9 Dicas para se Tornar uma Pessoa Mais Consciente e Melhorar o seu Nível de Liderança

Deixo-lhe aqui algumas dicas para viver de forma mais consciente:

1 – Lembre-se de estar no ‘momento’, mas faça um esforço para não perder o contexto em que se encontra.nViver o momento presente é fundamental. Uma das razões dos níveis de ansiedade que as pessoas têm, está ligada ao facto de muitas vezes viverem ou no passado… Ou no futuro. No entanto, e apesar de estar a viver o presente, não deve perder a noção do contexto. Só com níveis progressivos de reflexão vai conseguir adaptar o seu cérebro a este tipo de exercício. Mas vale a pena o esforço, porque se o conseguir, a sua vida passa para outro patamar de eficácia e consciência.

2 – Identifique situações relevantes e fale abertamente sobre elas, em vez de as esquecer ou fazer de conta que não existem.

Este tipo de atitude é normal, pois as pessoas tendem a evitar confrontarem-se com as situações que lhes são mais dolorosas e procuram ficar na sua zona de confronto. No entanto, habituar-se a agir de outra forma é fundamental para viver de modo mais consciente. Por isso lembre-se: se não quer perder energia, é importante enfrentar situações que são relevantes, ainda que complicadas ou dolorosas, porque se o fizermos a situação vai acabar por ficar resolvida. Se não o fizer, vai acabar por perder energia e pode acabar com uma situação indesejada, para além de a sua autoestima ficar cada vez mais baixa.

3 – Aprenda a fazer uma distinção lógica entre: factos e emoções.nPor vezes ficamos toldados pelas nossas emoções. No entanto, treinar-se a refletir e ficar no papel de observador é fundamental. Quanto mais for capaz de adotar o papel de ‘observador’ e conseguir distanciar-se das situações, para as conseguir analisar mais facilmente, vai conseguir distinguir: n

  • Os factos;n
  • As várias interpretações (suas e dos outros);n
  • E as emoções. nDesta forma, as suas decisões serão mais conscientes e mais corretas, abandonando aos poucos a vontade de agir sem pensar e apenas por impulso. Ainda que, muitas vezes isso possa dar uma enorme satisfação, as suas consequências podem ser muito negativas.

    4 – Analise ‘onde está’ em relação aos seus objetivos e projetos.nNão basta planificar, é importante também ter momentos para verificar o que está a conseguir. Tem o seu Plano Pessoal para 2016, ou fez apenas o Plano da Empresa? Se já atingiu alguns objetivos, lembre-se de comemorar. Ao fazê-lo está a reforçar, dentro do seu cérebro, o sentimento de gratidão e de sucesso, e esse reforço vai validar e ajudar a que siga em frente. A maioria das pessoas não está consciente dos seus próprios sucessos, focando-se apenas nos insucessos momentâneos, ou do passado. Está na altura de inverter essa situação.

    5 – As suas ações estão alinhadas com as suas intenções?n Se as suas intenções não estão em linha com as suas ações, vai ter de melhorar o seu nível de autoconhecimento e reflexão. Só assim poderá tornar-se uma pessoa mais consciente. Se sistematicamente as pessoas à sua volta lhe dão sinais de que o que você pensa, não está em linha com o que elas pensam de si, então está na altura de fazer uma análise honesta e ver em que pode melhorar. Isto acontece porque muitas vezes pensamos e assumimos que o que nós queremos é o que os outros querem, e não perguntamos – nem nos preocupamos em falar sobre os assuntos – partindo diretamente para a ação. Lembre-se se houver um alinhamento entre as suas intenções e as suas ações, tudo fará sentido, tanto para si como para os seus colaboradores, e o seu nível de liderança vai aumentar, tornando a sua vida muito mais fácil.

    6 – Seja recetivo a novos conhecimentos e disponível a rever convicções antigas.nSer curioso e adotar uma atitude de aprendizagem é fundamental. O mundo está a mudar a uma velocidade vertiginosa, se ficar agarrado às suas convicções antigas, não vai conseguir evoluir. Mantenha uma atitude de curiosidade e predisponha-se a conhecer novas realidades e novas formas de saber. Só estando aberto ao que é novo e ao que é desconhecido é que vai poder sair mais facilmente da sua Zona de Conforto e entrar na sua Zona de Desafio, evoluindo como pessoa e sentindo-se confortável com o que foi até agora desconhecido, mas que representa também o seu próprio crescimento.

    7 – Assuma o compromisso da sua própria evolução e esteja disposto a corrigir os erros. Procure sempre expandir a sua perceção. nTodos nós estamos em evolução, mas ela pode ser mais ou menos inconsciente. Se está à espera das situações negativas para aprender, está a ser totalmente reativo. Se quer de facto crescer, e procura ativamente a sua evolução, desafiando-se e seguindo em frente, então está muito mais consciente e capaz de evoluir, integrando cada vez mais situações positivas na sua vida. Ao aceitar esta dinâmica e ao corrigir proactivamente os seus próprios erros vai seguramente ser uma pessoa diferente, mais consciente e com mais energia.

    8 – Esteja bem consigo próprio, debruce-se sobre si mesmo e interesse-se por conhecer a sua realidade interna.nMuitas vezes as pessoas afastam-se progressivamente dos seus sonhos e das suas emoções. Enterram os sonhos num baú e põem um pedregulho em cima, passando a ter uma vida de rotina que lhes rouba toda a ilusão e toda a energia. Reserve algum tempo para estar consigo mesmo. Ao conhecer melhor a realidade interna vai conseguir encarar o dia-a-dia com maior paz e tranquilidade. E mesmo que os objetivos não estejam tão próximos como pensava, vai ter a força e a determinação interna de seguir em frente e manter altos níveis de ação, até conseguir a concretização daquilo com que sonhou.

    9 – Tome consciência dos seus valores e alinhe-se por eles.n Escolha os 5 valores fundamentais da sua vida. Pode ser algo do tipo:n

  • Honestidade;n
  • Crescimento Pessoal;n
  • Autenticidade;n
  • Aventura;n
  • Compaixão;n
  • Amizade;n
  • Liderança;n
  • Justiça;n
  • Amor, etc…nAo tomar consciência dos seus próprios valores, todas as suas decisões vão ser muito mais conscientes. Se HONESTIDADE faz parte dos seus valores, não pode entrar em situações que sabe serem menos honestas, se CRESCIMENTO PESSOAL é um dos seus valores, não pode estar estagnado na vida à espera que a situação mude, se AUTENTICIDADE é um dos seus valores, não pode ter conversas menos claras e agir manipulando quem está à sua volta, etc, etc, etc…

    Lembre-se: todos nós somos líderes – de uma forma ou de outra – mas a primeira é sermos lideres da nossa própria vida. Líderes mais conscientes gerem melhores vidas, gerem também melhores negócios e gerem equipas mais conscientes e mais proactivas.

    Artigo originalmente publicado em Pulse.

  • COMPARTILHAR
    Artigo anterior‘The next Big Ideias’ ao virar da esquina
    Próximo artigoPaddy Cosgrave no Porto e em Lisboa
    Teresa Botelho
    Teresa trabalha como Business & Executive Coach para a ActionCoach Internacional. O seu objetivo é treinar Empresários e Empreendedores para que possam ser pessoas mais alinhadas e que possam ter empresas de sucesso. Os seus Cursos e Workshops são já conhecidos em todo o País pela forma simples, mas altamente eficaz, como explica estas matérias e todos os temas relacionados com os negócios e o desenvolvimento pessoal.

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor escreva o seu comentário!
    Por favor coloque o seu nome aqui

    sixteen − six =