Como utilizar o LinkedIn a seu favor?

Conheça as vantagens de utilizar a rede social LinkedIn
Foto: Pixabay

O LinkedIn é a maior rede profissional da internet com mais de 500 milhões de pessoas conectadas em todo o mundo. Entretanto muitos profissionais qualificados não obtêm resultados positivos para suas carreiras através desta rede.

O problema é que um grande número de pessoas “está” no LinkedIn mas não “utiliza” o LinkedIn.

Na primeira hipótese a pessoa cria o perfil, conecta-se com alguns profissionais mas não constrói posicionamento na rede. Eu comparo este comportamento a se preparar para uma festa e ao chegar lá ficar escondido em um canto. A falta de interação é um dos maiores empecilhos para obter resultados no IN.

Utilizar o LinkedIn é algo completamente diferente.

É conectar-se de forma estratégica e, mais do que networking, estabelecer relacionamentos duradouros. Este comportamento ativo faz toda a diferença e eu tenho visto muitos relatos de pessoas que alcançam bons resultados para suas carreiras ou negócios por dedicarem algum tempo à interação na rede.

Para começar a utilizar o LinkedIn a seu favor é preciso derrubar alguns mitos que impedem a plena utilização desta ferramenta.

 

MITO #1 – O Linkedin funciona mesmo?

Muitas pessoas dizem não obter resultados através do LinkedIn. Respondo, por experiência própria, que o Linkedin funciona! Não somente eu, como também meus alunos e clientes temos tido ótimos resultados.

Quando resolvi mudar de país atualizei o meu Perfil e ativei o networking no IN. Desde então recebo convites para ser oradora e para entrevistas de emprego, apesar de não estar em busca de um. Hoje 90% dos meus clientes chegam a mim através do LinkedIn.

É claro que não há milagre, é preciso estratégia e alguns minutos de dedicação diária. A boa notícia é que com um bom plano de ação é possível otimizar o tempo que temos disponível para o IN com objetividade para tirar melhor partido desta rede.

O LinkedIn é a maior rede profissional da internet com mais de 500 milhões de pessoas conectadas em todo o mundo

 

MITO #2 – O LinkedIn não serve para todos os profissionais

Muitos profissionais não tiram proveito do LinkedIn por achar que a rede serve apenas para quem está em busca de emprego.

O LinkedIn é uma plataforma de networking virtual, um local para conhecer e se relacionar com outros profissionais. É um espaço onde circulam informações relevantes sobre carreira, negócios e onde pode-se ter acesso a empresas e tomadores de decisão.

Se você gosta de escrever, por exemplo, pode publicar artigos no Pulse, uma espécie de blog vinculado à sua conta LinkedIn, ideal para (com)partilhar conhecimento e demonstrar a sua autoridade em determinado assunto.

Outra coisa boa é que podemos receber recomendações, algo muito útil visto que nos confere maior credibilidade, principalmente para as pessoas que ainda não nos conhecem muito bem.

Veja quem pode ter benefícios com o LinkedIn:

  • Profissionais que ambicionam crescer em suas carreiras.
  • Profissionais em transição de carreira.
  •  Consultores, coaches e freelancers em busca de novos clientes.
  • Empreendedores e Vendedores em busca de oportunidades de negócios.
  • Universitários a construir o futuro.
  • Profissionais em geral em busca de networking e de posicionamento da sua presença profissional online.

Faça uma experiência, esteja presente no LinkedIn de forma assídua e ativa por 1 mês e veja o que acontece.

 

MITO #3 – O LinkedIn é difícil de usar

Há uma visão errada de que o LinkedIn é muito formal e que por isso só pode ser usado por profissionais com muita experiência ou que é uma ferramenta complexa, difícil de usar no dia-a-dia. Pode ser que no início tenha sido um pouco desta forma, mas hoje é muito fácil utilizar o LinkedIn, tanto pelo desktop quanto pelo telemóvel (celular).

Como qualquer outra rede social, o LinkedIn é uma ferramenta bastante amigável e, em pouco tempo de uso, é fácil se acostumar às suas funcionalidades.

O LinkedIn é um espaço onde circulam informações sobre carreira, negócios e onde pode ter acesso a empresas e tomadores de decisão.

 

MITO #4 – O LinkedIn exige um excesso de exposição

Mesmo as pessoas mais reservadas podem ter um bom trânsito no LinkedIn e fazer conexões de valor para as suas carreiras.

É preciso respeitar o jeito de ser de cada pessoa. Em minhas consultorias procuro a estratégia mais adequada que ajude o cliente a atingir os resultados esperados, respeitando a sua individualidade. Afinal, ser autêntico é fundamental no LinkedIn!

Para evitar a sensação de excesso de exposição, eu indico que comece por utilizar mais a ferramenta de mensagens privadas e que, aos poucos, à medida em que se sinta mais confortável, comece a comentar publicações de pessoas com que já tenha alguma relação.

Aos poucos será mais fácil interagir e perceberá que pode ter boas relações que não conhece pessoalmente mas com quem tem assuntos e interesses em comum. É possível, inclusive, chegar à etapa de publicação de conteúdos. Eu conheço pessoas que, mesmo sendo tímidas, escrevem posts, artigos e interagem no LinkedIn de forma brilhante.

 

MITO #5 – Sou muito jovem e não tenho o que partilhar no LinkedIn

Uma vez, ao conversar com uma jovem recém-licenciada via mensagem privada, ela me disse que era inexperiente e por isso não tinha com o que contribuir para a sua rede de contactos.

Fiquei surpreendida com aquele testemunho e disse que pelo contrário, ela tinha muito o que dizer e que sua contribuição seria de grande valor para pessoas na mesma etapa profissional. Alguns meses depois fiquei muito feliz em ler o seu primeiro artigo, um texto muito bem escrito e rico em experiências.

Recentemente fui oradora de duas palestras em Universidades nas quais jovens finalistas e recém-licenciados aprenderam a usar esta ferramenta para começar desde cedo a construir as suas estratégias na rede.

É possível sim, escrever um resumo a partir das experiências académicas, de trabalhos de verão ou voluntários. As soft skills, como habilidade para trabalhar em grupo, liderança, capacidade analítica, etc, também podem ser valorizadas.

Agora que estes 5 mitos foram derrubados, que tal começar a “UTILIZAR” o Linkedin?

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor coloque o seu nome aqui

13 − 4 =