Conheça os segredos mais bem guardados dos milionários

Conheça os segredos dos milionários
Foto: Pixabay

Criei a minha primeira empresa aos 18 anos, onde praticamente fazia tudo. Aprendi bastante sobre como gerir um negócio, atrair clientes, criação de produtos, qualidade do serviço, entre outros ensinamentos que ainda hoje me são úteis. Aos 24, vendi a minha primeira empresa que ainda hoje funciona, o que me dá um certo orgulho.

Decidi vender a minha empresa, por necessidade de experimentar novos caminhos. Tinha 24 anos, cheio de pujança e rebeldia, e não me via a gerir uma empresa de informática a vida toda. Decidi apostar na educação e tirei o meu curso superior e mais uns quantos cursos que me ajudariam a ser mais competente.

Um dos melhores acontecimentos dessa fase da minha vida foi ter adquirido o gosto por ler, sempre gostei de aprender, mas por variadas razões nunca me tinha dado o interesse pela leitura, algo que na altura me parecia aborrecido. Desde então já li inúmeros livros, que me tornaram cada vez mais forte e mais conhecedor, nesta era onde a verdadeira riqueza, e a qual jamais nos podem tirar, é o nosso conhecimento.

Comecei por estudar como os milionários, um pouco por todo o mundo, conseguiram criar e gerir as suas fortunas e quais os pontos em comum entre eles. Absorvi um conjunto de ensinamentos e estratégias que me permitiram clarificar qual o caminho que tinha de seguir para me tornar num milionário.

Neste artigo indico-lhe os 10 segredos mais importantes que aprendi com alguns milionários e bilionários que com certeza o ajudarão a tornar-se num deles.

PRINCIPIO DA RIQUEZA: GANHE MAIS DO QUE GASTA

O primeiro segredo que quero partilhar consigo é o princípio da riqueza. Este preceito parte do entendimento que você só começará a ficar rico quando ganhar mais do que gasta. Se ao longo do ano ganhou 50 mil euros e gastou 40 mil, ficou 10 mil euros mais rico. Ao final de 10 anos amealhou 100 mil euros. Penso que este é um conceito simples e fácil de entender, mas de difícil aplicação para a maioria das pessoas.

A TRABALHAR POR CONTA DE OUTROS DEMORA MAIS TEMPO

Na segunda metade dos meus 20 anos decidi experimentar o meio corporativo e trabalhei em duas grandes empresas de computadores que faturavam milhões. Ganhava acima da média, gostava relativamente do que fazia, mas não era realizado porque sabia que demoraria imenso tempo até conseguir ser independente financeiramente. Ser milionário a trabalhar para outros não é impossível, mas demora muito mais tempo. Tirando algumas exceções, quantas pessoas você conhece que ficaram milionárias a trabalhar para os outros?

NÃO PERCA TEMPO A TRABALHAR, DEDIQUE-SE A CRIAR MAIS FONTES DE RECEITA

Um dos livros que recomendo vivamente é o ‘Pai Rico, Pai Pobre‘, do Robert Kiyosaki. O autor neste livro explica muito bem por que razão deve investir o seu tempo a criar mais fontes de receita e colocar pessoas, sistemas ou máquinas a trabalhar para si. Quem investe o seu tempo a trabalhar não tem tempo para ganhar dinheiro.

DINHEIRO PARADO É DINHEIRO MORTO

Pegando no exemplo do primeiro ponto, ao fim de 10 anos você juntou uns fantásticos 100 mil euros mas tenha atenção que o valor do dinheiro de hoje é diferente do valor de amanhã. Ou seja, os seus 100 mil euros não terão o mesmo valor daqui a 10 anos, provavelmente valerão menos 10% se considerarmos uma taxa de inflação média anual de 1%. Por essa razão se não investir o seu dinheiro e o colocar debaixo do colchão, ao final de 10 anos perde pelo menos 10 mil euros mais o valor dos juros que deixou de ganhar conforme falarei mais adiante. Já tinha pensado nisto?

NÃO SE FOQUE APENAS EM POUPAR, SAIBA COMO DEVE INVESTIR

Poupar é muito importante no processo de geração de riqueza financeira mas terá de conciliar a poupança com o investimento. Deverá reunir um conjunto de informação que lhe permitirá saber quais os bancos mais sólidos para depositar o seu dinheiro, qual o seu perfil de investidor, quais os bancos que lhe oferecem melhores taxas de rentabilidade com capital garantido e sem capital garantido.

Se for um pouco mais tolerante ao risco, deverá também equacionar o investimento em ações ou fundos, assim como no imobiliário, empresas ou obrigações, pois estas oferecem uma taxa de rentabilidade muito mais atrativa, embora porém, com maiores riscos. Uma das sugestões que lhe faço é juntar o dinheiro da sua poupança mensal ao capital inicialmente investido. Desta forma vai multiplicar ainda mais o seu dinheiro.

COMPREENDER O MUNDO FANTÁSTICO DOS JUROS COMPOSTOS

Para muitas pessoas o conceito de juros compostos é algo desconhecido e completamente abstrato. Se é uma delas, não se preocupe, hoje saberá o que são os juros compostos e como eles o vão ajudar a alcançar a sua independência financeira. A diferença entre juros compostos e juros simples é a seguinte: o juro composto consiste em acumular juros sobre capital, levando a que o seu capital aumente a cada período de maturação. Por exemplo, se investir 1000 euros conseguirá obter um maior retorno usando juro composto do que se optar pelo juro simples. Isto porque, o juro simples é calculado apenas sobre o capital inicial, não havendo lugar à capitalização de juros.

Bem sei que pode parecer ousado dizer que o juro composto pode contribuir para a sua independência financeira, mas a verdade é que esta foi uma das estratégias utilizadas pelo bilionário Warren Buffett, uma das minhas referências, que se mantém no topo da lista dos homens mais ricos do mundo.

DIFERENÇA ENTRE INVESTIR E ESPECULAR?

A maioria das pessoas confunde frequentemente, ou não sabe, a diferença entre investimento e especulação. Vou-lhe explicar a diferença entre ambos porque é importante perceber que tipo de estratégia está a adotar. Se você comprar uma casa está a fazer um investimento ou uma especulação?

A resposta certa é: depende. Porque se você comprou uma casa por X e espera vendê-la por Y, então você está a especular o valor sobre um bem ao qual espera tirar uma mais-valia.

Na especulação o risco é mais alto, porque depende de muitos fatores, nomeadamente da vontade do mercado. Enquanto não vender a casa o seu rendimento é negativo pois durante a compra e venda não recebe nenhum dividendo. Por outro lado se você comprou uma casa por X para arrendar, então você fez um investimento num bem que lhe rende W EUR por mês.

Pessoalmente prefiro a perspetiva de investimento, no entanto, tudo depende da oportunidade. Existem várias razões para vender ou comprar, nomeadamente se pretende sair de um investimento para outro que se revele mais lucrativo.

A IMPORTÂNCIA DE COMPREENDER O QUE SÃO PASSIVOS E ATIVOS

É importante que perceba a diferença entre o que é um passivo e um ativo, para que possa investir mais acertadamente. Se comprar uma casa para viver, isso é considerado um passivo ou um ativo? A resposta certa é: passivo. E porquê? Porque quando compra uma casa para viver ela não lhe traz nenhum dividendo regular e ainda tem de pagar despensas de manutenção, água luz, etc. tornando-se num passivo.

Um ativo é um investimento que realizou e que lhe oferece um dividendo regular. Exemplo, se comprar 1000 ações da Vodafone ao dia que escrevi este artigo, recebe um dividendo anual de 7.57%, ou seja, se cada ação custa 26,52 dólares, você recebe por ano 2,01 dólares por ação/ano, ou seja, 2010,00 dólares/ano.

ESTEJA ALERTA E SAIBA INTERPRETAR OS SINAIS DO MERCADO

Esteja alerta e interprete adequadamente todos os sinais à sua volta. Pode parecer esquisito, mas veja um episódio revelador de como os milionários interpretam esses sinais ou informações, e compare com a maioria das pessoas.

A uma sexta-feira, um trader de Wall Street apanha um táxi de casa para o trabalho, em conversa com o taxista, este diz-lhe que o mercado estava bom e ia comprar ações. O trader sai apressado do táxi, corre para o seu posto de trabalho e grita: ‘Malta vou vender tudo, porque o meu taxista disse que o mercado estava bom e ia comprar ações‘.

Qual é a moral desta história? O taxista, representante dos desinteressados no mercado, também quer ganhar e acredita que pode ganhar dinheiro fácil. O homem de Wall Street reconheceu que a subida do mercado já chegou a todos, logo é melhor sair. Nesse mesmo dia houve um crash no mercado acionista.

Em suma, os milionários interpretam os sinais do mercado de forma diferente da maioria das pessoas, percebendo claramente que devem comprar no caos e vender na euforia.

NÃO DESTRUA A SUA GALINHA DOS OVOS DE OURO

Um dos segredos mais bem guardados dos milionários é que eles não gastam o dinheiro que têm investido. Eles gastam sim uma percentagem do dinheiro dos dividendos resultantes dos seus investimentos. Desta forma mantêm a sua fonte de rendimentos intacta. Se por ventura, quiser comprar um carro ou uma casa de férias por exemplo, sugiro que o faça apenas com o dinheiro dos seus dividendos não destruindo assim a sua galinha dos ovos de ouro.

COMPARTILHAR
Artigo anterior3 Razões para NÃO empreender
Próximo artigoSer empreendedor é ter uma enorme capacidade de adaptação
Nuno Silva
Formou-se em Sistemas e Tecnologias de Informação é um empreendedor em série e especialista em negócios online. Criou a sua primeira empresa aos 18 anos, colaborou com empresas de topo no sector das tecnologias e fundou um dos primeiros e-marketplaces de serviços locais em Portugal, o PedirOrcamentos.Com. É fundador e co-fundador de diversos negócios com forte presença na internet. É um motivador empresarial, orador em eventos de empreendedorismo, mentor de startups e autor de diversas publicações ligadas ao Empreendedorismo, Desenvolvimento de Competências e Marketing Digital.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor coloque o seu nome aqui

9 − 7 =