Facebook   Twitter   Google+   LinkedIn   
PORTUGAL     Portugal   Brasil   


Luís Pedro Martins: “O investimento inicial foi zero”

  Agosto 07, 2017 por José Mendes

  Comentar

Luís Pedro Martins: “O investimento inicial foi zero”

Luís Pedro Martins e o seu sócio Kiruba Eswaran começaram a Zaask com investimento zero, apenas esforço e dedicação total. Hoje têm 250 mil clientes e 50 mil prestadores de serviços em mais de 20 cidades de Portugal e Espanha. Os profissionais inscritos na plataforma faturaram, o ano passado, mais de 40 milhões de euros. Em apenas cinco anos, a startup portuguesa é já a líder ibérica no marketplace dos serviços.

Quem já teve necessidade de pintar a casa, resolver um problema elétrico ou mesmo encontrar um fotógrafo para um evento da empresa, sabe o tempo que se gasta para encontrar o profissional certo. Depois de ter nomes e contactos é preciso saber custos e pedir orçamentos, e isso leva ainda mais tempo. Por fim é preciso agendar a data da obra e, aí, descobre que muitas vezes com medo de perder clientes, os profissionais fazem overbooking, deixando os seus clientes em espera, ou – pior ainda – iniciando a obra, para reter o cliente, e interrompendo logo de seguida, para dar resposta a outros trabalhos em curso.

Em entrevista ao Empreendedor, Luís Pedro Martins, cofundador e CEO da Zaask explica que a plataforma surgiu para facilitar o contacto entre clientes e profissionais e, através da avaliação dos clientes, melhorar a qualidade dos serviços e revolucionar o mercado.

“O nosso objetivo foi criar uma marca de referência a nível mundial, num mercado tão fragmentado e valioso como o dos serviços locais”

A Zaask nasceu numa sala de aula do Lisbon MBA, em 2012, quando os fundadores da plataforma de marketplace, Luís Pedro Martins e Kiruba Eswaran perceberam que era difícil contratar serviços locais no pouco tempo que dispunham em Lisboa. A solução que faltava era – compreenderam de imediato – dispor de uma plataforma onde todos os serviços estão disponíveis e ao alcance de potenciais clientes em qualquer parte do mundo.

“O nosso objetivo foi criar uma marca de referência a nível mundial, num mercado tão fragmentado e valioso como o dos serviços locais” justifica Luís Pedro Martins, CEO da Zaask. “O mercado dos serviços é muito maior do que se possa pensar, no entanto a experiência dos clientes e dos prestadores de serviços ainda é muito frustrante. É habitual combinar com um profissional e ele não comparecer, ou ficar semanas à espera de um orçamento. Por vezes o trabalho fica a meio ou é mal feito, e o prestador do serviço não atende o telefone… Mas hoje, a tecnologia permite melhorar a experiencia das pessoas melhorando os padrões de qualidade. É isso que a Zaask está a fazer, a usar a tecnologia para revolucionar o mercado dos serviços locais”, sublinha.

A Zaask é um marketplace online de serviços locais, líder na Península Ibérica. A plataforma apresenta-se como a forma mais fácil e de confiança para contratar um prestador de serviços, abrangendo uma gama tão diversa como serviços de pedreiro, canalizador, eletricista ou pintura, mas também professor de ioga, advogado ou contabilista.

Através da plataforma é possível obter orçamentos gratuitos, em poucas horas, e a garantia de profissionais com licença profissional, registo criminal, seguro de responsabilidade civil, e outros dados de identificação verificados e validados. Os prestadores de serviço são ainda avaliados pelos clientes e o histórico de avaliações fica disponível na plataforma, para ajudar os novos clientes a decidir na escola de um novo profissional. “Os clientes conseguem recolher informação crítica para conseguir realizar um projeto importante para si, o que demoraria semanas e eventualmente com custos associados, caso não o fizesse com a Zaask”, frisa o Luís.

“Por outro lado, os profissionais não precisam de se desfocar do seu core business para poder angariar mais Clientes. Sem necessidade de trabalhar com ferramentas de marketing complexas ou desenvolver sites, ou panfletos” – explica o CEO da Zaask – os profissionais que integram a plataforma têm acesso aos clientes que precisam dos seus serviços na sua zona geográfica. “Todos os dias enviamos aos nossos profissionais centenas de clientes que precisam dos seus serviços. Os profissionais respondem aos que querem e não têm que pagar por cliques e leads que não têm disponibilidade para responder”, sublinha Luís Pedro Martins.

Com efeito, nem sempre os profissionais são especialistas a angariar clientes ou dispõem de tempo para o fazer. Muitas vezes dependem apenas do boca-a-boca, mas o marketing de referência nem sempre é suficiente para quem quer aumentar o seu negócio. A Zaask apresenta-se assim como uma ferramenta de marketing que “possibilita aos profissionais angariar novos clientes e aumentar o seu negócio de uma forma eficaz, sem terem que perder tempo e dinheiro a encontrá-los.”

“O maior desafio é sempre o próximo porque os outros já os conseguimos ultrapassar”

Não foi preciso capital para por o projeto em marcha. “O investimento inicial monetário foi zero. Apenas o nosso tempo e esforço. Quando o investimento de business angels chegou já tínhamos registado milhares de utilizadores” conta Luís Pedro Martins. Cinco anos depois da sua criação, a plataforma conta com mais de 250 mil utilizadores registados e já está presente em 20 cidades de Portugal e Espanha. “Em termos numéricos – e tendo em conta que já atuamos em Portugal há 5 anos – o mercado nacional continua a ser o que tem maior expressão no universo Zaask. Espanha, por outro lado, tem tido um crescimento exponencial. Nos últimos 18 meses, tivemos um crescimento de pedidos de clientes na casa dos 30% neste país”, destaca.

“Neste momento, estamos mais focados em tornar a Zaask uma marca reconhecida pelo grande público em Portugal e Espanha do que propriamente crescer noutros mercados. Temos no entanto uma aposta grande no desenvolvimento de produto, que nos trás vantagens competitivas e que nos facilitará o crescimento noutros mercados, quando isso acontecer”, frisa o CEO da empresa.

Conseguir o equilíbrio entre a oferta e a procura foi a maior dificuldade que encontrou, diz Luís Pedro Martins. “Como qualquer marketplace, um dos maiores desafios é conseguir que exista um equilíbrio entre a oferta e a procura, pois sem esse fator é complicado ter um marketplace autossustentável. Se, por um lado, existirem muitos profissionais registados mas o número de pedidos de clientes numa determinada categoria e localidade for demasiado pequeno, estes profissionais vão deixar de utilizar a plataforma. O mesmo vai suceder com os clientes que postarem pedidos para realizar serviços e não tiverem quaisquer profissionais a colmatar as suas necessidades”. Porém, “à medida que vamos ganhando escala, este problema esbate-se”.

Outra dificuldade foi encontrar o know-how certo. A Zaask tem três áreas base: tecnologia, marketing e operações. O Luís, com mais de 15 anos de experiência em Tecnologias da Informação (TI) e Consultoria, e o Kiruba, com quase 10 anos de atuação nas áreas de desenvolvimento de software e negócio lançaram as bases para a empresa, e ainda que o seu core business seja a tecnologia, o marketing digital é um pilar do business model. O apoio dos investidores foi importante para ajudar a ultrapassar obstáculos.

“ As coisas não acontecem por acaso e todos os problemas com que nos deparamos acontecem para nos fazer evoluir”

“Ser empreendedor é realmente uma tarefa difícil e é preciso ter um determinado perfil para se aguentar todas as dificuldades que acontecem ao longo de um percurso que é, sumariamente, pôr um negócio de pé. É um jogo constante de obstáculo e superação” explica Luís Pedro Martins. “São os obstáculos que nos fazem crescer mas que também nos fazem passar por maus momentos. Tivemos vários. Desde o facto de percebermos que as pessoas desempregadas (o nosso foco inicial do lado da oferta) não queriam ter clientes, mas sim um emprego, até ao nosso modelo de negócio inicial (ganhar à comissão) funcionar bem para todos, menos para a Zaask!”

Apesar das dificuldades e obstáculos, o CEO da empresa sublinha que “até agora temos conseguido superá-los um a um e essa é a razão do nosso sucesso. Que venha o próximo”, porque para Luís Pedro Martins “o maior desafio é sempre o próximo, ou seja, o que estamos a enfrentar, porque os outros já os conseguimos ultrapassar”.

“Naturalmente que se olharmos para trás é fácil perceber que existiram desafios mais difíceis do que outros, mas na tentativa de identificar qual foi o maior de todos, ou o mais difícil, chego à conclusão que o verdadeiro desafio não é conseguir resolver um determinado problema, mas sim ter a atitude certa para o resolver. Ou seja, o maior desafio está na forma como que se abordam os problemas e não nos problemas em si” sublinha o Luís Pedro Martins. “Esse é um desafio constante pois estará presente em todos os obstáculos que tenhamos pela frente”, conclui.

“Acredito que com a atitude certa, tudo se resolve – e o que não se resolve, resolvido está. As coisas não acontecem por acaso e todos os problemas com que nos deparamos acontecem para nos fazer evoluir” diz. Empreender é uma aprendizagem permanente, sublinha Luís Pedro Martins. “Há sempre algo que temos de aprender que é importante para nós (pessoalmente e para a empresa) e é por isso que estamos a passar por esse desafio: caso contrário não aprenderíamos algo importante. Mas não podemos ficar abatidos sempre que temos um problema, nem muito contentes quando as coisas correm bem. É fundamental manter estabilidade.”

Feira de Empreendedorismo de Lisboa
Mais de 4.000 participantes

24 oradores - 70 Expositores - 18 atividades
Obrigado pela sua presença!

José Mendes  (Jornalista)
Jornalista titular de carteira profissional e formador. Mestre em Sociologia, sou um entusiasta das relações humanas e interesso-me particularmente por questões de liderança e problemáticas organizacionais.

Se gostas do que fazemos, ajuda a Comunidade do Empreendedor a crescer!

Autor: José Mendes
Tags: None
Comentários

Sem comentários



Inserir novo comentário

Nome
Email
Título
Comentários
 
Junta-te à nossa comunidade!

image_1

EMPREENDEDOR.COM
Visão
Missão
Quem Somos
Estatutos Editoriais
Termos de Utilização
Política de Privacidade
INFORMAÇÃO
Agenda
Eventos
Sites
Livros
Coworks
Desafios
COMUNIDADE
Facebook
Google+
Twitter
Linkedin
Blog
Contato
PARCEIROS