Facebook   Twitter   Google+   LinkedIn   
PORTUGAL     Portugal   Brasil   


I HAVE A SKILL - A plataforma de emprego para valorizar talento

  Setembro 01, 2017 por José Mendes

  Comentar

I HAVE A SKILL - A plataforma de emprego para valorizar talento

A I Have a Skill é uma plataforma de procura de emprego que valoriza a partilha de conhecimento e talento, em vez do percurso profissional e académico. O projeto, recentemente lançado por Ricardo Almeida, propõe uma nova abordagem no mercado de trabalho, valorizando a vocação e corrigindo opções académicas ou profissionais condicionadas pelas dificuldades no acesso ao ensino superior ou ao primeiro emprego.

“O que é que gostavas de fazer?” A pergunta é simples, mas nenhum empregador a faz. Quem procura trabalho faz valer o seu perfil profissional e o seu percurso académico, porque sabe que é esse o primeiro critério de avaliação para a triagem de candidatos à entrevista de emprego.

Para o fundador da I Have a Skill é preciso “mudar a mentalidade das pessoas e a forma como se processa a contratação”. O objetivo do projeto criado por Ricardo Almeida é “fazer brotar o espírito empreendedor dentro de cada um de nós” e dotar as empresas de trabalhadores competentes e felizes. Uma tarefa que, apesar de tudo, o Ricardo percebeu que não é fácil.

“Hoje as pessoas preferem trabalhar em qualquer área do que arriscar e montar o seu negócio próprio. Mas, porquê? Desconhecimento? Medo?” Interroga-se Ricardo Almeida. “Notei que as pessoas nunca pararam para pensar naquilo que mais lhes dá gozo fazer. Hoje em dia estamos de tal maneira rotinados e focados em obter rendimento para pagar as contas, que só paramos quando nos vamos deitar. Isso preocupa-me, pois estamos a gastar toda a nossa energia em algo que nada tem a ver com o nosso desenvolvimento enquanto pessoas”.

“Arriscavas-te a fazeres aquilo que gostas?”

“Não há nada melhor do que fazer algo que gostamos e partilhar com o maior número de pessoas, para que estas nos conheçam e sejamos valorizados pelo excelente trabalho que prestamos” sublinha Ricardo Almeida. Nesta plataforma as pessoas “podem partilhar com o mundo aquilo que mais gostam de fazer, independentemente do curso ou experiência que tenham, porque acreditamos que uma pessoa motivada é uma seta apontada ao sucesso” explica o fundador do projeto. “O objetivo é que pessoas ou entidades, que procurem alguém com esse talento, escolham as pessoas certas para crescerem juntos”.

nome

O projeto nasceu quando um amigo de Ricardo Almeida lhe pediu ajuda para rentabilizar a sua vocação de jardineiro. “Ele queria fazer do seu part-time um modo de vida. Era algo que realmente lhe dava muito gozo fazer, mas queria mais. Perguntava-me se deveria arriscar e montar um negócio e como faria a publicidade”, conta. “E se tivesses a oportunidade de arranjares o trabalho que queres? Arriscavas-te a fazeres aquilo que gostas?” Perguntou-lhe Ricardo. A resposta foi mais que afirmativa e isso fez germinar o projeto I Have a Skill. “Cheguei a casa e tracei os pontos gerais do que viria a ser a plataforma. Desenhei o website e a página do Facebook e partilhei com os colegas e amigos esta iniciativa”, recorda Ricardo Almeida.

“Quantas vezes tentamos arranjar emprego, mas encontramos sempre o mesmo tipo de trabalhos: comercial, administrativo, call center, assistente, etc… Vamos ao centro de emprego e é exatamente a mesma coisa. Podemos até ganhar um dinheiro extra, mas não é isso que nos preenche”, explica o fundador da I Have a Skill. E o pior é que depois se inicia um “ciclo vicioso” que torna mais difícil mudar de atividade, à medida que se avança na especialização profissional.

“Nem sempre aquilo que estudámos, ou aquilo que fazemos, é o que gostamos de fazer”, diz Ricardo. Com efeito, muitas vezes as opções académicas estão condicionadas às médias que se tem, ao número de vagas disponíveis ou a proximidade da instituição académica. Também do ponto de vista profissional, a crise no mercado de trabalho leva a que muitos jovens tenham de optar por um trabalho qualquer, não só para ter algum rendimento, ou porque assim é imposto pelo centro de emprego. Todas essas opções condicionadas acabam por se perpetuar nos critérios de seleção das agências e sites de emprego.

“Estamos a gastar toda a nossa energia em algo que nada tem a ver com o nosso desenvolvimento enquanto pessoas”

“A I Have a Skill diferencia-se de tudo o que existe, pois divulga aquilo que as pessoas mais gostam, ou gostavam de fazer, independentemente do curso ou experiência que tenham”. O site não divulga currículos nem links para redes profissionais como o LinkedIn, mas destaca aquilo que as pessoas têm mais talento ou vocação.

A plataforma disponibiliza a eventuais empregadores a informação de candidatos a emprego, ou prestadores de serviços, valorizando a vocação ou o talento em vez do percurso profissional ou académico. Ao contrário dos outros sites de emprego, a I Have a Skill não divulga ofertas de emprego. Na opinião de Ricardo Almeida “a procura de um rendimento poderia atrair candidatos que não se enquadram no perfil que a potencial empresa procura”, até porque “na perspetiva de um empregador, a contratação de um candidato cuja principal motivação é o salário, não será a escolha mais acertada.”

Também Ricardo Almeida está à procura de talentos, a plataforma está a dar os primeiros passos, “neste momento é necessário construir uma equipa que possa desenvolver e divulgar o projeto”, até porque “isto não é um projeto para uma pessoa só”, diz o Ricardo. “Todos sairão a ganhar com isto”.

Apesar do lançamento de um projeto empresarial inovador, o Ricardo não se considera um empreendedor. “Só quando a I Have a Skill for uma plataforma conhecida a nível mundial, conectando pessoas e empresas, de uma forma simples e vantajosa para ambas as partes, poderei avaliar o meu percurso empreendedor”.

Feira de Empreendedorismo de Lisboa
Mais de 4.000 participantes

24 oradores - 70 Expositores - 18 atividades
Obrigado pela sua presença!

José Mendes  (Jornalista)
Jornalista titular de carteira profissional e formador. Mestre em Sociologia, sou um entusiasta das relações humanas e interesso-me particularmente por questões de liderança e problemáticas organizacionais.

Se gostas do que fazemos, ajuda a Comunidade do Empreendedor a crescer!

Autor: José Mendes
Tags: None
Comentários

Sem comentários



Inserir novo comentário

Nome
Email
Título
Comentários
 
Junta-te à nossa comunidade!

EMPREENDEDOR.COM
Visão
Missão
Quem Somos
Estatutos Editoriais
Termos de Utilização
Política de Privacidade
INFORMAÇÃO
Agenda
Eventos
Sites
Livros
Coworks
Desafios
COMUNIDADE
Facebook
Google+
Twitter
Linkedin
Blog
Contato
PARCEIROS