ITSector procura profissionais para Bragança

empresa tecnológica contrata para Bragança
Foto: Pixabay

A ITSector, tecnológica especialista no desenvolvimento de software para o setor financeiro, está a recrutar 50 profissionais para trabalhar em Bragança. A empresa tem um Centro de Tecnologias Avançadas (CETAN) no Brigantia EcoPark, e pretende atingir os 80 colaboradores até final de 2019.

A escassez de recursos humanos na área de TI, em Portugal, está a levar a ITSector a procurar trabalhadores estrangeiros, nomeadamente do Brasil, e atrair jovens licenciados nas universidades e politécnicos do interior norte de Portugal.

“Queremos captar os jovens que fazem a sua formação no Instituto Politécnico de Bragança e na Escola Superior de Mirandela, mas também elementos seniores que possam dar o seu contributo e maturidade no desenvolvimento de sistemas críticos na área financeira, que é o nosso core do negócio”, avança Renato Oliveira, Presidente da ITSector.

O mesmo responsável reforça ainda a convicção de que a opção por trabalhar em Bragança “proporcionará aos colaboradores uma qualidade e custo de vida muito atrativo, principalmente quando comparado com os grandes centros urbanos que são, naturalmente, mais dispendiosos e movimentados”.

Devido à escassez de recursos humanos disponíveis na área de TI em Portugal, fenómeno que se amplia nas regiões interiores do país, a empresa está já em contacto com profissionais oriundos do Brasil, contando recrutar, em breve, um mínimo de 15 colaboradores para trabalhar em Bragança.

“Recrutar na área de TI em Portugal é uma tarefa cada vez mais árdua, atendendo a que a procura de profissionais qualificados supera largamente a oferta disponível. Por outro lado, temos recebido vários contactos de profissionais brasileiros, que nos têm procurado não apenas pela facilidade de adaptação cultural e o facto de não existirem barreiras linguísticas, mas também pela questão social e económica do país de origem, que os leva a procurar estabilidade e segurança num local onde possam progredir na sua carreira, construir uma família e ter desafios tecnologicamente aliciantes”, revela Inês Domingues, Diretora de Recursos Humanos da ITSector.

Para acomodar a vaga de colaboradores a contratar ao longo de 2019 para o Centro de Bragança, unidade tecnológica a partir da qual tem desenvolvido projetos de referência para clientes do setor bancário na Roménia, Polónia, Angola e Moçambique, a ITSector anunciou ainda que vai expandir as instalações de que dispõe no Brigantia Ecopark, passando dos atuais 220m2 para 600m2, com a abertura dos novos escritórios prevista para o final do primeiro semestre de 2019.

“Se ao que temos previsto para o próximo ano somarmos o investimento realizado em instalações e capital humano desde que em 2017 nos instalamos em Bragança, estaremos a falar num investimento global na ordem de €1M num período de dois anos”, conclui Renato Oliveira.

Fundada no Porto, em 2005, a ITSector conta ultrapassar os €16M de volume de negócios no fical de 2018 e dispõe de Centros de Tecnologias Avançadas instalados em Lisboa, Braga, Aveiro e Bragança, e escritórios na Polónia, Reino Unido, Alemanha, Angola, Moçambique e no Quénia.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor coloque o seu nome aqui

15 + 7 =