Tekever e Palbit vencem prémio PME Inovação da Cotec

A associação de empreendedorismo COTEC distinguiu a Tekever e a Palbit com o Prémio PME Inovação. O prémio foi atribuído ex-aequo às duas empresas que se distinguiram pela capacidade de acompanhar as tendências do mercado.

A Tekever, nasceu em 2001 pelas mãos de engenheiros de informática e computação do Instituto Superior Técnico, em Lisboa. Tem, segundo o comunicado enviado pela COTEC, ‘uma plataforma própria que integra tecnologias de mobilidade e de inteligência artificial para a gestão de workflows’. Em 2015 a empresa apresentou o seu mais recente projeto, o ‘brainflight’ uma tecnologia para controlar drones usando ondas cerebrais. A empresa desenvolve também tecnologia ‘nanoespacial’ que já equipa satélites chineses em órbita.

Por seu turno a Palbit nasceu em 2004 e atua em três áreas de negócio: ferramentas de corte anti-desgaste, e ferramentas para pedreiras. A empresa, com sede em Albergaria-a-Velha, está presente em cinco continentes com 80% da sua produção destinada à exportação ‘para mais de 50 países’, segundo o comunicado.

A COTEC atribuiu ainda o prémio Produto Inovação, também ex-aequo, à Bosch e à Procalçado.

A Bosch foi distinguida pelo desenvolvimento de esquentadores com interface de controlo tátil e bluetooth que dão pelo nome de Sensor Connect, numa nova tecnologia desenhada em Aveiro. O outro vencedor foi a Procalçado, com o calçado Wock, uma linha de sapatos com tecnologia de absorção de impactos, antiestática e antiderrapante que foi desenhada para profissionais que passam muito tempo em pé.

Foi ainda atribuída uma menção honrosa para o produto Movves, que permite contabilizar visitantes e analisar espaços visitados de um recinto através da análise de radiofrequências de telemóveis. O produto foi criado por ex-investigadores da Universidade do Porto.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor coloque o seu nome aqui

18 − fifteen =