Comissão Europeia lança prémio para inovação social

O Prémio Horizon de Inovação Social, no valor de 2 milhões de euros, é uma iniciativa da Comissão Europeia que recompensará as melhores soluções para a mobilidade de viagens de idosos.

O objetivo do concurso é a criação de soluções de mobilidade inovadoras e sustentáveis ​​para idosos com mais de 65 anos.  Serão valorizadas as propostas suscetíveis de combinar características tecnológicas, sociais e comportamentais, capazes de melhorar a mobilidade de pessoas idosas.

O primeiro prémio tem um valor de 1 milhão de euros, há ainda quatro menções honrosas que receberão 250 mil euros cada.

O concurso foi anunciado pelo Comissário Carlos Moedas, durante a conferência para a Inovação Social que decorreu em Lisboa. O responsável pela Investigação, Ciência e Inovação, explicou que a iniciativa se deve à preocupação com envelhecimento da população europeia. “

Em 2060, quase um terço da população da União Europeia terá mais de 65 anos. Esta participação é quase o dobro do que é hoje. Não temos outra alternativa senão inovar para atender as crescentes necessidades de cidadãos mais velhos, especialmente a necessidade de melhorar a mobilidade. Projetar e operar soluções de mobilidade proporcionará novas oportunidades para inovadores e empreendedores sociais”, sublinhou o Comissário.

Com efeito, em 2020 haverá 75 milhões de pessoas com mais de 65 anos na Europa, esse número sobe para 88 milhões em 2030. Isso obriga a reconsiderar os sistemas de mobilidade existentes para atender às necessidades das pessoas idosas e ajudar a combater a exclusão social e apoiar a vida independente, especialmente para pessoas com mobilidade reduzida.

Fornecer soluções de mobilidade adequadas para cidadãos mais velhos permite que as pessoas mais idosas possam continuar a ser participantes ativos da economia. Simultaneamente, o desenvolvimento de novas soluções de mobilidade – ou melhorar as existentes – proporcionará novas oportunidades para empresas inovadoras, operadores de transportes, startups de economia social e ONG’s.

Em 2060, quase um terço da população da União Europeia terá mais de 65 anos.

Com este concurso, a Comissão procura soluções replicáveis ​​e escaláveis ​​que promovam a criatividade de baixo para cima, reunindo ideias inovadoras e organizações da sociedade civil e dos setores público e privado. Os projetos concorrentes terão que ser implementados, pelo menos por cinco meses, durante o período de avaliação.

As inscrições estão abertas até 28 de fevereiro de 2019 e qualquer entidade jurídica estabelecida na UE ou em países associados ao Horizonte 2020 pode apresentar candidatura. O prémio será atribuído no segundo trimestre de 2019.

Este prémio de inovação social faz parte dos Prémios Horizon que a UE definiu como “prémios de desafio”, ou “incentivo”, oferecendo uma recompensa em dinheiro para quem enfrentar um desafio definido.  A Comissão está a apresentar um conjunto de prémios de desafio no âmbito do Horizonte 2020, o programa de investigação e inovação da União Europeia de 2014 a 2020,orçado em 77 mil milhões de euros.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor coloque o seu nome aqui

5 × 1 =