5 dicas para uma boa Carta de Apresentação

escrevendo carta de apresentação
Imagem de Free-Photos por Pixabay

Sabe a melhor forma de ter uma carta de apresentação convincente? Nós partilhamos o segredo…

Uma boa carta de apresentação pode aumentar bastante a probabilidade de ser chamado para uma entrevista de emprego. Tendo isto em conta, lembre-se que a carta deve ser honesta e prender a atenção do recrutador que a lê.

1 – Trate a pessoa pelo nome: dirija a carta de apresentação especificamente ao recrutador responsável pela gestão da oferta a que se candidata, ou ao director de RH da empresa – a maior parte das vezes consegue encontrar esta informação online. Quando estes dados não estão disponíveis, referencie a carta à organização que está a contratar.

2 – Personalize: fale especificamente do cargo a que se candidata e do porquê de ser o melhor para o preencher. Não utilize apenas traços genéricos ou características que não façam fit com a organização.

3 – Seja original: aqui a falta de criatividade não é uma desculpa. Acha que não consegue apresentar algo que o distinga dos outros candidatos? Conte a sua história, garanto que será única!

Não faça uma cópia do seu CV, não é isso que o recrutador quer ver…

4 – Mostre-se motivado: Explique porque se candidata aquela vaga em específico, o que tem para oferecer e o porquê de estar a fazer esta mudança (qualquer que seja a posição profissional anterior).

5 – Mostre os seus dotes de comunicação: quando escreve uma carta de apresentação transmite a clareza do seu raciocínio, a sua noção profissional, a forma como escreve e a capacidade de construir uma narrativa concisa mas explicativa.

Questões técnicas:

  • Não escreva mais de uma página A4;
  • Não procure e não utilize conceitos generalistas;

Se não se quiser apresentar por escrito, porque não utilizar um formato diferente? Pode recorrer ao vídeo, ou a uma apresentação em formato digital ou outro meio com o qual se sinta confortável. O mais importante é que seja uma apresentação, não é que seja uma carta escrita…

A carta, seja em que formato for, tem de ser honesta e dar conhecimento ao recrutador sobre o seu percurso profissional, as competências desenvolvidas e o porquê de ser o melhor fit para o cargo a que se candidata.

Boa-sorte!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor coloque o seu nome aqui

four + four =