A Factorial cresce internacionalmente

Foto de Factorial

A Factorial, ferramenta para automatizar os processos de Recursos Humanos, anunciou uma ronda de financiamento série A de 15 milhões de euros, a terceira na sua história desde o início de suas atividades no final de 2016. Com esta operação, a Factorial pretende revolucionar o setor de Recursos Humanos e posicionar-se à frente das empresas conhecidas como HR Tech – tecnologia para a gestão de RH – depois de multiplicar o seu faturamento em 2019 por oito.

Como resultado da operação, agora anunciada, a Factorial torna-se parte das startups líderes após ter alcançado uma das maiores rondas do setor em 2020. O objetivo a curto prazo é liderar o sector de gestão de recursos humanos em novos mercados-chave.  “O nosso crescimento mostra que não é necessário estar no Vale do Silício para liderar uma indústria e atrair os melhores talentos”, afirma Jordi Romero, CEO da Factorial.

Para realizar com sucesso essa expansão, a empresa pioneira da HR Tech concentra o seu crescimento no desenvolvimento de novas funcionalidades. Com isso, a Factorial ajuda as empresas a se digitalizar na seleção de pessoal, nas avaliações de desempenho, no controlo de assiduidade e muito mais.

Além disso, a empresa já possui clientes em mais de 40 países e, graças a essa ronda de investimentos, se prepara para crescer exponencialmente na Europa e na América.

Principais investidores em empresas de software de crescimento exponencial

A ronda é liderada pela prestigiada Venture Capital CRV, uma das mais antigas e respeitadas do Vale do Silício, com mais de 75 IPOs. A empresa americana investiu em várias companhias que transformaram o sector tecnológico, como o Twitter, o Dropbox ou o Zendesk, uma empresa que, como a Factorial, também foi investida pela Point Nine e atualmente está avaliada em 8 bilhões de dólares.

Três dos fundos de investimento de maior sucesso na Europa que já haviam participado da última ronda de investimento da Factorial, de 2,8 milhões de euros, também participaram desta ronda. Entre elas, destacamos a Creandum, a Point Nine e a K Fund sa. Empresas como Spotify, Bolt, Lift ou Revolut aparecem nos seus portfólios.

A proposta da Factorial envolve o uso de uma plataforma que centraliza e facilita o gestão de RH nas empresas. “A incorporação da tecnologia nos recursos humanos nos permite focar mais nas pessoas e menos nos processos”, diz Jordi Romero.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor coloque o seu nome aqui

11 + ten =