As cinco competências digitais mais valorizadas pelas empresas

Foto de ANIRUDH no Unsplash

Se há um facto que sai evidenciado da pandemia é que saber interagir no digital é indispensável. Seja para acompanhar as tendências do mundo, ou para contactar com quem não podemos estar fisicamente, perceber como navegar no online é hoje fundamental.

Depois desta capacidade, nomeadamente entre equipas, ter sido posta à prova de forma tão intensa, a literacia digital tornou-se alvo de foco e de investimento. Tendo em conta este foco, a Páginas Amarelas, especialista em Marketing Digital, indica cinco competências de literacia digital fundamentais nas empresas:

1. Organizar o e-mail: é uma competência básica, mas que tem o potencial de maximizar a produtividade. Em termos profissionais, o e-mail é uma das plataformas mais utilizadas, pelo que deve existir destreza dos colaboradores a usá-la, inclusive na organização de informação na plataforma. Por exemplo, através de marcadores dedicados a cada temática interna de trabalho;

2. Usar ferramentas colaborativas: com a nova realidade digital, a tendência é cada vez menos física e mais online. No caso do armazenamento de informação, é essencial saber utilizar um sistema em rede, por norma na cloud, que pode ser acedido em qualquer momento e lugar, e por várias pessoas;

3. Realizar videoconferências: a capacidade de agendar e participar em reuniões a partir de plataformas online representou uma forma de nos aproximarmos ao estarmos longe durante a pandemia; ao longo deste ano foi possível ver a difícil adaptação de vários setores a esta competência digital;

Foto da equipe Icons8 no Unsplash

4. Fazer pesquisas: saber usar corretamente motores de pesquisa, como o Google, e cruzar a informação recolhida, permite desenvolver um olhar crítico sobre o que a internet devolve, que nem sempre é 100% fiável;

5. Zelar pela cibersegurança: associado ao ponto anterior, a proteção no espaço online, seja ao não clicar em links duvidosos ou não colocar informação pessoal em locais não protegidos, são capacidades não intuitivas e que devem ser ensinadas.

Ao investir na formação de competências digitais, as empresas conseguem extrair benefícios: de um ponto de vista externo, cria-se uma vantagem competitiva, que pode ser comunicada por ações de marketing ou de relações públicas. Internamente, existe um aumento da motivação dos colaboradores, ao sentirem-se apoiados pela empresa no seu desenvolvimento.

A literacia digital é hoje, não uma opção, mas uma obrigatoriedade na realidade empresarial. A Páginas Amarelas acredita que o caminho para o futuro é digital, logo, a agência leva a cabo a sua missão de ajudar PMEs portuguesas a crescer, ao garantir que maximizam o seu potencial através do online.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor coloque o seu nome aqui

11 + 6 =