Comércio digital global cresce 58%

Foto de CardMapr.nl no Unsplash

O comércio digital global cresceu 58% no primeiro trimestre de 2021. Segundo um estudo da Salesforce, o crescimento global do comércio digital foi impulsionado pelo aumento do tráfego online (27%) e pelo crescimento dos gastos online dos consumidores (31%).

As receitas digitais globais cresceram 58% no primeiro trimestre de 2021, impulsionadas pela combinação do crescimento geral do tráfego online (27%) e o aumento dos gastos dos consumidores em sites (31%). Esta é uma das principais conclusões do Q1 Shopping Index da Salesforce, que analisa como a pandemia global continua a moldar e a influenciar o comportamento de compra dos consumidores em todo o mundo.

Com dados recolhidos junto de mais de mil milhões de compradores, no primeiro trimestre de 2021, e em comparação com o período homólogo, o crescimento global na indústria do comércio digital tem sido impulsionado pela pandemia e pelos bloqueios resultantes do confinamento.

O relatório destaca também a utilização dos dispositivos móveis, cujo tráfego mais do que duplicou face aos computadores, onde também houve um aumento do tráfego, embora menos expressivo. O gasto médio global também aumentou, em comparação com 2020, embora tenha caído em todo o mundo desde o segundo semestre do último ano.

No que se refere às categorias de produto que obtiveram um maior crescimento no primeiro trimestre de 2021 (Q1 2021 vs Q1 2020), destacam-se os artigos desportivos (101%), eletrodomésticos (96%) e malas de luxo (95%). As categorias que apresentaram um menor crescimento neste período foram as de roupa desportiva (42%), decoração e artigos para o lar (40%) e bolsas e malas comuns (8%).

Com os retalhistas e os consumidores a utilizarem os canais online em resposta à pandemia, os dados do primeiro trimestre indicam que os hábitos formados ao longo do ano e durante o período de férias de 2020 vieram para ficar. Com alguns países a reabrirem e a darem seguimento às suas medidas de desconfinamento, retalhistas e empresas terão de repensar o papel da loja, e como esta pode servir como uma componente fundamental da experiência de compra digital em 2021.

“O crescimento do comércio digital durante o primeiro trimestre é um sinal de que os retalhistas necessitam de continuar a dimensionar os seus investimentos no digital, enquanto reorientam a experiência em loja. Em última análise, as lojas devem oferecer um equilíbrio entre experiências imersivas e sem contacto, para dar resposta às diferentes necessidades dos consumidores”, explica Rob Garf, VP and GM, Retail da Salesforce.

Para este estudo foi analisada a atividade de mais de mil milhões de consumidores, em mais de 40 países, com a tecnologia Commerce Cloud. Para se qualificar para inclusão no conjunto de análise, um site de comércio digital deve ter transacionado durante todo o período de análise, neste caso entre o primeiro trimestre de 2019 e o primeiro trimestre de 2021, e corresponder a um limite mínimo de visitas mensais.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor coloque o seu nome aqui

two × 4 =