Como acolher remotamente novos colaboradores?

Imagem de Armin Schreijäg por Pixabay

A Critical TechWorks, tecnológica luso-alemã partilha com os leitores do Empreendedor cinco formas de melhorar o onboarding à distância para apoiar o tecido empresarial português.

perante o cenário de incerteza e com a segurança individual e coletiva em risco, devido à propagação da Covid-19, são muitas as empresas que decidiram continuar as suas operações em formato de trabalho distribuído. Após a transição para o trabalho remoto, surge um novo desafio para as empresas: o acolhimento à distância de novos colaboradores.

Ciente das dificuldades de adaptação que as empresas possam estar a enfrentar, a Critical TechWorks, empresa conjunta entre o Grupo BMW e a startup portuguesa Critical Software que está a desenvolver tecnologia para os automóveis do futuro, partilha as suas estratégias de “onboarding” remoto com o tecido empresarial português:

#1 – Partilhar história, missão e valores

Para que os novos membros da equipa se sintonizem mais rapidamente com a empresa, é importante que estes estejam a par da história, missão e valores da insígnia que começam a representar. Tal pode ser concretizado através de páginas web designadas para partilhar esta informação ou com um pequeno guia / livro que pode ser enviado para casa com o contrato ou equipamento de trabalho.

#2 – Formação inicial

Para facilitar a aprendizagem dos novos colaboradores, é importante que as sessões de formação online sejam feitas em pequenos grupos, especialmente se estas tiverem uma forte componente participativa, para que todos se sintam à vontade e tenham espaço para cooperar. Além disso, é importante adaptar estas apresentações para formato remoto, tendo em especial consideração a importância dos intervalos e o prolongamento do tempo para colocar questões.

#3 – Designar um mentor / pessoa de contacto

São muitas as dúvidas que podem surgir nos primeiros tempos numa empresa. Para facilitar o processo de entrada, diminuir as barreiras levantadas pela distância, ajudar à descoberta de todos os processos que a empresa tem em prática e para tirar dúvidas que possam surgir é importante definir uma pessoa de contacto, para que o novo colaborador se sinta totalmente acompanhado na sua jornada.

#4 – Videochamadas diárias com a equipa

Para apoiar a integração dos recém-chegados, é também importante que as equipas façam breves reuniões diárias de status dos projetos em que estão a trabalhar e para, mais uma vez, ajudarem os novos colaboradores com os processos, tirarem dúvidas, apoiarem a sua inclusão e fomentarem o espírito de equipa. Neste campo, é importante privilegiar as chamadas de vídeo, para que os novos colaboradores comecem a estabelecer conexões com os seus pares o mais rapidamente possível, algo que é mais facilmente atingido se estes associarem caras a nomes.

#5 – Feedback aos novos colaboradores

Para garantir que a experiência dos novos colaboradores está em constante melhoria – uma vez que, para muitas das empresas, este é o seu primeiro contacto com o onboarding remoto –, é de extrema relevância pedir feedback aos colaboradores que estão a passar por este processo para perceber no que sentiram maiores dificuldades e sugerirem alterações que possam tornar todo o processo mais ágil e envolvente.

Desde que a Critical TechWorks entrou em confinamento, no mês de março, foram recrutadas perto de 100 pessoas. Contando neste momento com uma equipa de cerca de 900 colaboradores, a empresa pretende chegar aos 1.000 até ao fim de 2020. Atualmente, a tecnológica está no processo de retorno aos escritórios, tendo reaberto os seus espaços em Lisboa e Porto com uma taxa limite de ocupação de 25%.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor coloque o seu nome aqui

5 × five =