Critical Software expande operações no Reino Unido

Foto de Critical Software

No seguimento do trabalho que tem sido desenvolvido no setor da Energia, no Reino Unido, a Critical Software foi premiada por uma das entidades mais relevantes desta área, e expandiu o seu escritório em Southampton.

Ambos os feitos surgem na sequência do alto desempenho da multinacional portuguesa no programa de implementação da infraestrutura que irá suportar aproximadamente 53 milhões de contadores inteligentes – um dos maiores programas de infraestruturas em território britânico desde a Segunda Guerra Mundial e no qual a tecnológica portuguesa está a desenvolver, testar e validar software.

A Data Communications Company (DCC), entidade designada pelo Reino Unido como responsável por construir e manter a infraestrutura para a implementação deste programa, atribuiu o “Prémio de Parceria” à tecnológica nacional pelo seu alinhamento e respetiva demonstração dos valores fundamentais desta organização: colaboração, excelência, engenho e impacto pessoal. Este é o segundo ano consecutivo que a distinção que pretende premiar os melhores fornecedores da DCC é atribuída à Critical Software.

O momento coincide com a expansão da empresa no Reino Unido. Para dar continuidade à sua presença estratégica e crescimento no país onde já opera há cerca de 15 anos, a Critical Software aumentou em quase 50% o seu escritório em Southampton. Além do setor da Energia, a equipa tem desenvolvido projetos nas áreas da Mobilidade, Defesa e Aeroespacial, cujo desempenho tem também liderado o seu crescimento e impulsionado a necessidade de expansão.

“Estamos muito satisfeitos com o trabalho que temos vindo a desenvolver no Reino Unido e com o crescimento sustentado que tem resultado deste esforço. A distinção da DCC comprova a qualidade do nosso desempenho e, mais uma vez, fortalece a necessidade de estarmos presentes num mercado tão relevante quanto o britânico”, refere Pedro Brandão, Diretor de Operações da Divisão dedicada ao sector da Energia na Critical Software. “A expansão do escritório de Southampton é uma evolução natural do trabalho que temos vindo a desenvolver”, acrescenta.

O novo escritório contará com temas alusivos à história da multinacional portuguesa, em especial ao facto de a NASA ter sido o seu primeiro cliente na altura da criação da Critical Software em Portugal, em 1998.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor coloque o seu nome aqui

five × 5 =