Estudo Portugal Fintech: Pandemia atinge mais de 70% das startups de tecnologia financeira

Imagem de Mediamodifier por Pixabay

Queda nas vendas, adiamento da execução de projetos, e consequentes pagamentos, são as principais consequências negativas da pandemia COVID-19 para as startups de tecnologia financeira (fintech), revela o estudo da Portugal Fintech. A associação apresenta soluções para acelerar a execução de projetos que coloquem as fintech a ajudar os maiores players da indústria financeira a ultrapassar a pandemia e acelerar a digitalização da indústria.

Com o objetivo de ajudar as startups de tecnologia financeira a ultrapassar esta crise, a Portugal Fintech realizou um questionário junto da sua comunidade para fazer o diagnóstico dos principais problemas levantados pela pandemia e para perceber quais as respostas mais urgentes na sua adaptação ao contexto que vivemos.

Os resultados foram claros: 71% das startups fintech dizem ter tido já uma quebra significativa nas suas vendas e 29% dizem ter perdido um valor igual ou superior a 50% das suas receitas. Todas as que se encontravam a levantar capital pararam o processo ou estão a experienciar um abrandamento significativo no mesmo.

Como principais dificuldades, nesta fase, as fintech apontam o processo de decisão dos clientes, a falta de visibilidade das suas soluções perante os incumbentes e a inexistência de um canal de cooperação com os mesmos. Sendo as startups empresas com poucas receitas, mas tendo na sua posse tecnologia que pode acelerar e melhorar a inevitável digitalização da indústria financeira, é urgente criar pontes entre as fintech e players maduros que precisam agora, mais do que nunca, desta tecnologia.

Foi com esta missão em mente que a Portugal Fintech criou a Fintech Solutions List, um catálogo de startups e soluções que podem ser úteis para alavancar os canais digitais dos incumbentes, especialmente necessário neste período de quarentena. O passo seguinte é fazer o matchmaking entre as startups fintech e a banca e seguradoras.

Entre as soluções prontas a implementar estão a abertura digital de contas, a digitalização de assinaturas (de moratórias, por exemplo), soluções de optimização de seguros (seguros automóveis com modalidades de pagamento pay-per-mile, por exemplo), soluções de inteligência artifical para gerir elevados tráfegos de contactos através de canais digitais de customer service ou a digitalização de processos de recebimento de pagamentos.

Para apresentar todas estas soluções, a Portugal Fintech está a organizar um webinar de livre acesso, na próxima quarta-feira, dia 22 de Abril às 15h. As inscrições estão abertas neste link.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor coloque o seu nome aqui

3 × 1 =