Filipa Pinto de Carvalho: “A Conexão entre Portugal e Califórnia é Promissora para o Empreendedorismo”

Na foto: Filipa Pinto de Carvalho, cofundadora da AGPC

A ligação entre Portugal e a Califórnia tem-se fortalecido nos últimos anos, criando um ecossistema vibrante e dinâmico que beneficia empreendedores, investidores e profissionais de ambos os lados do Atlântico. Filipa Pinto de Carvalho, cofundadora da AGPC, Redbridge Lisbon e Here Partners, tem sido uma das figuras centrais neste movimento, promovendo a integração de investidores estrangeiros em Portugal e facilitando a colaboração entre os ecossistemas de Lisboa e Silicon Valley.

Com um percurso académico e profissional na tradicional área do Direito, a advogada tornou-se também empreendedora e, como cofundadora da Redbridge Lisbon, faz parte de um grupo diversificado e altamente motivado de inovadores que reconhecem o poder crescente das ligações entre Portugal e os Estados Unidos da América.

Em entrevista ao Empreendedor, Filipa Pinto de Carvalho explica que a AGPC tem desempenhado um papel fundamental ao ajudar investidores estrangeiros a estabelecerem-se em Portugal, atraídos pela localização estratégica e ambiente favorável ao investimento. Em 2023, o stock de investimento direto estrangeiro atingiu cerca de 180 milhões de euros, um aumento de 6,24% em relação a 2022, com Lisboa a receber mais de metade deste investimento, segundo o Banco de Portugal.

“Os investidores estrangeiros procuram Portugal como porta de entrada para o mercado europeu, atraídos pela localização estratégica e ambiente favorável para estabelecer os seus negócios,” sublinha. “Além de empresas maduras, muitos empreendedores escolhem Portugal para lançar startups. A nossa experiência com este tipo de clientes, que estão a contactar pela primeira vez com Portugal, fez-nos perceber que valorizam uma assessoria mais abrangente e, portanto, procuramos também ter uma visão holística das suas necessidades no que respeita a outras áreas.”

Os investidores procuram uma visão clara do mercado, regulamentações e oportunidades, além de apoio em áreas como fiscalidade, imigração e estruturação de negócios. A AGPC oferece assessoria abrangente desde a definição da melhor estratégia de investimento até à estruturação do negócio e apoio na realocação familiar. Filipa Pinto de Carvalho destaca a importância de uma adaptação e integração completas, tornando a experiência dos clientes enriquecedora e mutuamente benéfica: “A nossa missão é garantir uma adaptação e integração transversais, tornando a experiência do cliente uma jornada enriquecedora e mutuamente benéfica.”

foto de wavebreakmedia_micro no Freepik

Redbridge Lisbon: Uma Comunidade Vibrante de Empreendedores

A Redbridge Lisbon, cofundada por Filipa, tem-se destacado como uma comunidade e clube de empreendedores, profissionais e investidores, com mais de 150 membros de várias nacionalidades. A missão da Redbridge é aproximar os ecossistemas de Portugal e dos EUA, promovendo a interação entre Lisboa e Silicon Valley.

Filipa explica: “Desde a primavera de 2022 que organizamos eventos regulares e encontros de membros em Lisboa e São Francisco para promover a interação entre o ecossistema local e a comunidade internacional, abordando temas relevantes para os nossos membros e fomentando novas parcerias e projetos.”

Os eventos da Redbridge incluem o Business Mastermind, um fórum onde empreendedores podem discutir desafios e trocar ideias num ambiente privado e de confiança. Este ano, serão lançadas novas iniciativas para promover a conexão entre membros e empreendedores locais, com visitas a empresas inovadoras e encontros setoriais.

“Dada a presença significativa de profissionais americanos talentosos e inovadores em Portugal, no fundo, procuramos facilitar a sua integração no ecossistema português e, ao mesmo tempo, utilizar esta conexão com a Califórnia como uma plataforma para dar visibilidade ao talento e aos empreendedores portugueses no exterior,” acrescenta Filipa Pinto de Carvalho.

Os eventos organizados pela Redbridge têm aproximado o ecossistema local da comunidade internacional, promovendo parcerias e projetos inovadores. Filipa Pinto de Carvalho sublinha que estes eventos visam criar oportunidades para jovens portugueses e facilitar a integração de estrangeiros na comunidade local: “Os nossos eventos visam aproximar essas duas realidades, criando oportunidades para os jovens em Portugal e facilitando a integração dos estrangeiros na comunidade local. Estes encontros promovem a criação de condições para que os jovens permaneçam e cresçam no país, e para que aqueles que querem sair, possam ter condições de acesso a boas oportunidades lá fora e mais tarde regressar como modelos para futuras gerações.”

Na foto: Filipa Pinto de Carvalho, cofundadora da AGPC

Perspetivas para o Futuro

Com uma visão otimista, Filipa Pinto de Carvalho vê um futuro promissor na conexão entre Portugal e Califórnia no âmbito do empreendedorismo e inovação. Áreas como health tech, Inteligência Artificial, clima e sustentabilidade estão a criar hubs onde projetos com potencial podem crescer. A comunidade americana em Portugal, com carreiras internacionais estabelecidas, traz know-how e vontade de contribuir, oferecendo mentoria e envolvimento em projetos locais. “Acredito que esta tendência continuará, fortalecendo a conexão entre Portugal e Califórnia, e oferecendo grandes oportunidades para empreendedores e empresas nos próximos anos,” afirma Filipa.

A abertura de novos escritórios em Portugal por empresas maduras aumenta a visibilidade das empresas portuguesas no mercado americano e facilita colaborações. “A Califórnia, especialmente São Francisco, continua a atrair o melhor talento global devido à sua abertura a diversas nacionalidades e culturas e este ambiente dinâmico e inovador é um modelo a ser seguido,” conclui Filipa. “Em Lisboa, e em Portugal de forma geral, há um crescente investimento em criar condições semelhantes para atrair e desenvolver talento e projetos inovadores.”

Esta tendência promete fortalecer ainda mais a conexão entre Portugal e Califórnia, oferecendo grandes oportunidades para empreendedores e empresas nos próximos anos. Com um ecossistema cada vez mais integrado e dinâmico, o futuro do empreendedorismo e inovação entre estes dois polos é brilhante e cheio de potencial.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor coloque o seu nome aqui

6 − 4 =