From Start-to-Table: Programa de aceleração procura soluções de foodtech

Foto de Startup Lisboa

Startup Lisboa abre candidaturas para a 5.ª edição do From Start-to-Table, um programa de aceleração para startups ligadas ao ecossistema da restauração. Este ano, um dos objetivos é alargar o âmbito do programa e desenvolver a comunidade de foodtech ao longo do ano.

As candidaturas para o programa de aceleração da Startup Lisboa, dedicado à inovação no ecossistema da restauração, estão abertas até 25 de setembro. Os vencedores de cada categoria ganham 10 mil euros.

O programa está já na sua quinta edição. Desde 2018, o From Start-to-Table já acelerou mais de 90 projetos inovadores áreas de Tecnologia para Restauração e Novos Produtos de Food & Beverage Sustentáveis.

Para a edição e 2022 a Startup Lisboa procura empreendedores ou startups (constituídas há menos de cinco anos), portuguesas ou estrangeiras, que tenham um projeto de tecnologia para a restauração ou novos produtos desde que tragam inovação ao setor – alinhados com objetivos de sustentabilidade ambiental, social e económica.

Numa primeira fase, os projetos pré-selecionados serão apresentados a um júri que escolherá até 20 equipas para integrarem o programa. Depois, ao longo de oito semanas, as startups finalistas vão trabalhar na prototipagem e validação do seu produto e terão acesso a um painel de especialistas, mentores e investidores do setor, para além dos principais atores do ecossistema da restauração em Portugal, como a Delta Cafés, Sagres, Zomato e a Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal, contando também com o apoio institucional do Turismo de Portugal.

A novidade para este ano é a aposta no desenvolvimento da comunidade do From Start-To-Table através do lançamento de um programa de softlanding que apoie as startups a estabelecerem-se em Portugal após a conclusão do programa e ainda o desenvolvimento de um conjunto de eventos e iniciativas que irão ocorrer após o programa, de forma a dar continuidade à dinamização do ecossistema de foodtech em Portugal.

Ao longo das quatro últimas edições, o programa contou já com mais de 400 candidaturas, de mais de 30 países, e foi responsável pela aceleração de mais de 90 projetos e negócios. A última edição registou a maior participação de equipas internacionais, tendo sido um dos vencedores um empreendedor cipriota com a startup Blend.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor coloque o seu nome aqui

thirteen + four =