Fumeiro do Mar vence programa da EIT para mulheres empreendedoras em Portugal

Margarida Medlam da Fumeiro do Mar

A Fumeiro do Mar foi a startup vencedora da 3ª edição portuguesa do Empowering Women in Agrifood (EWA), um programa de aceleração do EIT Food, que apoia empresas ou projetos liderados por mulheres na área agroalimentar.

Avaliada pela qualidade do seu pitch, a startup liderada por Margarida Medlam, foi premiada com dez mil euros na Competição Final do programa, dinamizada pela aceleradora BGI. A Fumeiro do Mar é uma empresa que se foca na fumagem de peixe, como a cavala e a tainha, transformando-as em iguarias com alto valor nutritivo e sem aditivos ou corantes.

Em segundo lugar, com um prémio de cinco mil euros ficou a startup Horta de Fanares, fundada por Inês Silva, que se dedica à produção de microvegetais, com vista a incentivar uma alimentação mais saudável e a prática de formas de agricultura sustentáveis.

A Competição Final de Pitch foi a fase final deste programa educacional e de mentoria, que durante seis meses apoiou dez mulheres empreendedoras com os conhecimentos, as ferramentas e os contatos apropriados para impulsionarem os seus negócios sustentáveis na área agroalimentar.

Na competição participaram as ideias de negócio Amo Kombucha, Circular e Saborear, Fumeiro do Mar, Horta de Fanares, Hortee by FHLUD, Madeira Banana Hearts, MBP BioTech, Seeds4Kids, Epicura, e Zesty, todas lideradas por mulheres ou integrando empreendedoras na sua equipa fundadora.

 O programa EWA chegou a Portugal em 2020 e desde então tem procurado eliminar a lacuna de género no setor agroalimentar, bem como estimular o desenvolvimento de soluções inovadoras que respondam aos desafios dos sistemas alimentares. Coordenado pela BGI, o programa já ajudou 30 empreendedoras altamente motivadas com financiamento de 45.000€ nos últimos 3 anos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor coloque o seu nome aqui

four × 1 =