Jump Start escolhe vencedores

A Sensei, Wall-i e Enertecgreen são as três startups vencedoras da 3ª edição do Jump Start
Foto: PRIO Jump Start

A Sensei, Wall-i e Enertecgreen são as três startups vencedoras da 3ª edição do Jump Start, o programa de empreendedorismo da PRIO. Os vencedores vão agora desenvolver os seus pilotos em conjunto com a empresa de biocombustíveis, com o objetivo de integrar as suas soluções e produtos inovadores na cadeia de valor da empresa.

As três vencedoras foram selecionadas de um total de 83 candidaturas de startups, 47 nacionais e 36 internacionais, de cerca de 21 países. A Enertecgreen veio da Letónia com uma solução de economia circular para produzir biocombustíveis avançados a partir de biomassa e resíduos agrícolas e urbanos. A portuguesa Sensei está a redefinir o retalho através da criação de lojas completamente autónomas e de check-out livre. Por fim, a Wall-i, também portuguesa, transforma qualquer ecrã numa poderosa ferramenta de marketing, combinando IoT, visão computacional e inteligência artificial para criar redes de ecrãs inteligentes.

As startups vão receber um valor base de 10 mil euros cada. Este valor pode ser significativamente mais elevado, consoante a proposta de valor de cada piloto, contando também com todo o apoio da PRIO para realizar testes em ambiente real, mentoria e acompanhamento de especialistas de diversas áreas.

No total das primeiras três edições (2017, 2018 e 2019) a PRIO já investiu cerca de 500 mil euros no JUMP START. De forma geral, a PRIO tem procurado apostar no desenvolvimento de produtos e soluções novas que tragam mais valor acrescentado aos seus clientes. A título de exemplo, em 2018, a empresa investiu cerca de um milhão de euros em atividades de investigação, desenvolvimento e inovação.

Emanuel Proença, administrador da PRIO, refere que  “queremos estar ao lado das melhores startups, sejam nacionais ou estrangeiras, de forma a podermos continuar a crescer e inovar em Portugal. No final quem irá sair a ganhar serão os nossos clientes e a economia nacional, através do apoio à criação de emprego e investimento em I&D.”

Adicionalmente, as primeiras cinco classificadas tiveram acesso a um desafio: voar num avião de acrobacias e controlá-lo durante um loop aéreo. Em jogo estava a possibilidade de ganhar um stand ALPHA no Web Summit ou 2500 € para promoção da sua startup em parceria com a PRIO.  A startup com o melhor loop foi a Eco2Blocks, uma startup nacional que desenvolve materiais de construção a partir de escória industrial, água não potável e CO2.

A 3ª edição do programa, organizada pela PRIO com o apoio da imatch, consultora de inovação, contou ainda com três parceiros importantes do ecossistema do empreendedorismo nacional e local: a Portugal Ventures, a Inova Ria e a Câmara Municipal de Ílhavo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor coloque o seu nome aqui

one × one =