O modelo Open Hiring

Imagem de Tumisu por Pixabay

Em tempos de Pandemia o mercado de trabalho está a ser seriamente afetado, refletindo-se todas as condicionantes nas áreas de recrutamento e seleção de candidatos a emprego por parte das empresas. 

É certo que o modelo de seleção de candidatos para preenchimento de vagas ainda assenta muito numa base tradicional e muito démodé.

O envio de CV e a sua respetiva análise por parte dos recrutadores, que têm de obedecer a um padrão pré definido pela organização que representam, leva a que por vezes algumas das vagas continuem por preencher ou se demore muito a dar resposta às respostas recebidas. 

Daí que uma das melhores formas para as empresas contribuírem para o preenchimento das suas necessidades e ao mesmo tempo proporcionarem Oportunidades a grande parte dos profissionais que neste momento se encontram em situação de desemprego, é aplicar o modelo Open Hiring ou de contratação aberta. 

Este é sem dúvida um dos melhores modelos de recrutamento e seleção que deve ser já aplicado de maneira a suprir todas as lacunas que as empresas necessitam, sem falar numa clara diminuição do desemprego que atualmente grassa em Portugal. 

O modelo Open Hiring é tido como o mais inclusivo e gera Oportunidades para todas as classes sociais, independentemente do passado pessoal e profissional do candidato a emprego. 

Além disso, as empresas que começarem a implementar já este regime de contratação aberta vão ter mais destaque devido á forte componente de responsabilidade social que lhes vai estar associada, fazendo com que se destaquem da concorrência. 

Contrate de forma aberta e sem receio: no longo prazo vai poder verificar que valeu a pena arriscar. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor coloque o seu nome aqui

one + 11 =