Sony Talent League acelera projetos na indústria de entretenimento digital

Foto de Davis Sánchez em Pexels

Sony Talent League arranca para a terceira edição. As candidaturas de projetos na indústria de entretenimento digital estão abertas até 8 de dezembro de 2022 e os cinco melhores projetos terão acesso a nove semanas de mentoria e até 10.000 euros de financiamento para ajudar a desenvolver as suas ideias.

O Sony Talent League é um desafio global organizado pela Sony e o Trojan Horse Was a Unicorn (THU) para apoiar o crescimento de jovens criadores e potenciar ideias inovadoras através da arte. O programa está de volta para mostrar o melhor talento criativo na indústria do entretenimento digital a nível mundial.

Os artistas poderão submeter os seus projetos até 8 de dezembro, e os cinco finalistas apresentarão as suas ideias e projetos perante profissionais de renome da indústria num bootcamp, que terá lugar em março de 2023, em Espanha.

A iniciativa está aberta a artistas com idades entre os 18 e 35 anos, individualmente ou em grupos de até quatro pessoas, que tenham ideias inovadoras e disruptivas com a arte como ponto de partida, combinando a criatividade com diferentes áreas tecnológicas tais como animação, cinema, videojogos, realidade virtual, fotografia digital, música, multimédia, entre outras.

“Esta iniciativa foi criada para dinamizar a comunidade criativa num contexto pandémico, expondo o talento que, até então, não estava a ter as oportunidades que merecia. Após dois anos, é agora tempo de tirar estes profissionais da sua zona de conforto e expô-los a momentos de networking, partilha e desafios, que os tornarão mais fortes e unidos”, diz o fundador do THU, André Luís.

Os cinco finalistas serão anunciados no dia 20 de dezembro e receberão nove semanas de mentoria. Esta iniciativa terá Shuzo John Shota como presidente dos mentores do Sony Talent League. Além disto, os finalistas poderão apresentar as suas ideias aos mais diversos investidores da indústria de entretenimento digital, receberão ainda até 10.000 euros de financiamento para desenvolver a sua ideia.

 De 17 a 19 de março de 2023, será apresentado o pitch final ao júri, que decidirá então o grande vencedor, no bootcamp que decorrerá durante três dias. Pela primeira vez na história desta iniciativa, este momento será realizado presencialmente e os participantes poderão encontrar-se, fazer networking, partilhar experiências e cocriar, bem como estar com alguns dos nomes mais conhecidos da indústria do entretenimento digital.

“Togather”, uma plataforma criada por Dilruba Tayfun, Marie-Claire Springham, Ruben de Haas e “Ari Snow”, onde toda a gente pode fazer e partilhar os seus pincéis digitais personalizados inspirados em objetos da vida real, foi o primeiro vencedor da Sony Talent League, seguido de “Knowhere”, o jogo interativo para telemóveis que encoraja a diversidade e a inclusão entre os jovens de todo o mundo, criado pela equipa norte-americana Knowherians, que ganhou a última edição.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor coloque o seu nome aqui

7 − 3 =