“The Journey” apoia inovação para a transição energética no Turismo

Foto de Darya Chervatyuk em Pexels

Já estão abertas as candidaturas para o programa de inovação da Beta-i para o setor do Turismo. Na quinta edição do “The Journey”, a Beta-i, conjuntamente com a EDP e o Turismo de Portugal pretendem apoiar startups com soluções que pretendam acelerar a transição energética do setor do Turismo.

O Turismo de Portugal junta-se à consultora de inovação colaborativa Beta-i e à EDP para a quinta edição do The Journey, programa de inovação aberta que este ano tem foco “verde”, pretendendo apoiar a transição energética e a sustentabilidade de um dos setores mais importantes da economia nacional: o Turismo.

O desafio está aberto a startups de todo o mundo que queiram colaborar com empresas de referência do setor, com vista a desenvolver pilotos, podendo inscrever-se no site do programa até dia 08 de agosto de 2022. 

Depois de quatro edições que receberam, no total, mais de 400 soluções, vindas de quase 80 países, dando origem a 51 pilotos com impacto real na indústria ao longo dos anos, a nova edição do “The Journey” ganha um novo propósito: Com vista a acompanhar os desafios atuais do setor, surge o The Green Journey focado no desenvolvimento de projetos-piloto que visem promover a transição energética do Turismo.

O objetivo é que os projetos participantes cumpram os requisitos de redução do impacto ambiental da atividade e promovam Portugal enquanto um destino de eleição para turistas e empresas com interesse na gestão ambiental do setor.

Foto de Fox em Pexels

“A sustentabilidade é uma temática incontornável para todas as indústrias, já que cada vez mais a conduta das empresas relativamente ao seu impacto ambiental vem condicionar o seu sucesso e competitividade no mercado. O Turismo não é exceção, uma vez que ao ser uma das atividades com maior importância na economia nacional, é chamada a dar o exemplo e a implementar as melhores práticas ambientais, reduzindo a sua pegada no planeta”, explica Diogo Teixeira, CEO da Beta-i Portugal.

“É perante este contexto que o The Green Journey vem ajudar os players do Turismo na transição energética, permitindo-lhes inovarem em conjunto com startups de todo o mundo, de forma a criarem soluções para o desenvolvimento sustentável do seu negócio, bem como do Turismo como um todo”, acrescenta explica Diogo Teixeira.

“A sustentabilidade é hoje um fator de atratividade e competitividade dos destinos turísticos. Acelerar a transição ambiental e valorizar a componente social são caminhos a prosseguir. A eficiência energética das empresas tem uma importância crescente, tornando-se fundamental criar condições que lhes permitam modernizar as suas operações, convergindo na transição energética definida que estabelece, para 2027, a meta de 90% das empresas do setor com gestão eficiente da energia, a par das recomendações da Comissão Europeia no sentido da descarbonização da economia em 2050 e a sua transição para um modelo de economia circular”, afirma Luís Araújo, Presidente do Turismo de Portugal.

“O apoio do Turismo de Portugal ao programa The Journey é mais um importante passo no nosso compromisso com a transição para a neutralidade carbónica do destino. Estamos certos que, com a ajuda da EDP, parceiro estratégico no setor da energia, as empresas do turismo encontram soluções inovadoras que otimizem a utilização dos seus recursos, melhorem o seu desempenho ambiental e consigam fazer face às alterações climáticas”, sublinha.

Após o período de candidaturas, entre junho e agosto, as startups selecionadas para integrarem o programa trabalharão em conjunto com as empresas parceiras do programa no desenvolvimento de pilotos sob a gestão técnica da consultora Beta-i, focados em desafios relacionados desde eficiência energética, geração de energia limpa e fomento ao turismo mais verde e consciente.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor coloque o seu nome aqui

five × one =