Too Good To Go e Refood aliam-se no combate ao desperdício alimentar

Foto: website Too Good To Go

A Too Good To Go, aplicação que combate o desperdício alimentar e permite a venda de excedentes de restaurantes, supermercados e hotéis, uniu esforços com a Refood numa parceria que visa levar a causa a mais portugueses e contribuir diretamente para o crescimento do trabalho voluntário da associação, com doações monetárias.

Através da aplicação Too Good To Go, os utilizadores podem agora contribuir monetariamente para a Refood, associação que, tendo por base o trabalho voluntário, combate o desperdício alimentar através da distribuição de excedentes por pessoas carenciadas. Para doar, basta abrir a aplicação da Too Good To Go e proceder da mesma maneira como se se fosse comprar uma Magic Box ou seja, o utilizador escolhe o estabelecimento “Refood” e simula a compra de uma caixa surpresa que é na verdade um donativo monetário para a associação.

Segundo Hunter Halder, fundador da Refood, “a parceria com a Too Good To Go é uma mais-valia na nossa luta contra o desperdício alimentar. Infelizmente, o desperdício alimentar é tanto, que são precisos cada vez mais entidades para resolver o problema e, por isso, a Refood está pronta para unir esforços com a Too Good To Go para que juntas reforcem a economia circular e solidária”.

Madalena Rugeroni, country manager da Too Good To Go em Portugal, afirma que “logo após o nosso lançamento em Portugal, fez todo o sentido unir-nos à Refood, pois ambos lutamos pela mesma causa e queremos resolver o mesmo problema. As organizações sociais muitas vezes não têm capacidade de dar vazão ao excesso de excedentes alimentares dos estabelecimentos, e exactamente por isso, são preciso vários players para complementar as suas ações. No fundo, multiplicamos a ajuda para combater um problema de enorme dimensão, sendo que vários dos estabelecimentos que são hoje nossos parceiros também doam, simultaneamente, excedentes para a Refood” acrescenta. “A nossa missão é combater o desperdício alimentar e sensibilizar os portugueses para que tenham um consumo consciente e sustentável e isso passa também por ajudar as associações e projetos que já o têm vindo a fazer em Portugal”, conclui Madalena.

De origem dinamarquesa, a Too Good To Go permite a restaurantes, supermercados, pastelarias e hotéis colocar à venda num marketplace online todos os excedentes do final do turno ou do dia, através de Magic Boxes, caixas surpresa criadas pelos estabelecimentos, e aos utilizadores oferece refeições de qualidade a preços muito acessíveis.  

A aplicação já está presente em 13 países europeus e no total conta com 31.000 estabelecimentos parceiros e mais de 17 milhões de utilizadores, que já salvaram mais de 23 milhões de refeições, evitando com que 58.000 toneladas de CO2 fossem emitidas para a nossa atmosfera. Em Portugal há duas semanas, milhares de utilizadores já se uniram ao movimento e já foram salvas mais de 1000 refeições.

A aplicação da Too Good To Go está presente para já na cidade de Lisboa, é gratuita e está disponível para sistemas IOS e Android.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor coloque o seu nome aqui

11 + 2 =