Trade Republic quer “democratizar a riqueza”

Na foto: Kintxo Cortes Elorza, Country Manager da Trade Republic para Portugal

A Trade Republic chega a Portugal “para democratizar a riqueza e o acesso aos mercados de capitais”. A principal plataforma de poupança da Europa aposta agora no mercado português da poupança e investimento como parte da sua estratégia de crescimento num mercado potencial de 340 milhões de aforradores.

A empresa de fintech alemã já conquistou a confiança de mais de 1 milhão de clientes na Alemanha, Áustria, França, Espanha, Itália e Países Baixos. Em Portugal, a empresa inicia agora os seus serviços disponibilizando uma app e um site para permitir o acesso aos mercados de capitais, com o seu principal produto: o Plano de Poupança em ações e ETF’s.

“Em Portugal, as famílias poupam atualmente em média 5,9% do seu rendimento, de acordo com dados do Instituto Nacional de Estatística, muito do qual se encontra parado em contas bancárias. Além disso, os portugueses ainda enfrentam elevadas taxas de corretagem ou produtos de investimento que são difíceis de compreender”, sublinha a empresa em comunicado aos media. A Trade Republic pretende contribuir para mudar essa visão de poupança oferecendo um serviço sem taxas nem comissões para que os seus clientes “ponham o seu dinheiro a render”.

“A inflação na zona euro subiu acentuadamente – isto deve ser um alerta para todos os europeus”, afirma Christian Hecker, cofundador da Trade Republic. “Todos os europeus precisam de ter acesso aos mercados de capitais para começar a fomentar o investimento a longo prazo, participar no crescimento económico e, no fim de contas, poupar para a reforma. Criámos a Trade Republic para lhes permitir fazer exatamente isso, e abrimos agora as nossas portas a um total de dezassete mercados, para que os europeus em todo o lado possam finalmente tomar as suas finanças pessoais nas suas próprias mãos.”

“Com a inflação de 9,3% em Portugal, não há realmente alternativa ao investimento”, afirma Kintxo Cortes Elorza, Country Manager da Trade Republic para Portugal. “Todos os que deixam o seu dinheiro apenas parado na sua conta bancária perderão poder de compra ano após ano, e a pensão do Estado – mesmo que trabalhem até aos 70 anos de idade – provavelmente não será suficiente para manter o seu estilo de vida.”

Com apenas três cliques em 8,000 ações portuguesas, europeias, asiáticas e americanas os investidores portugueses podem ter acesso a dados em tempo real, alertas de preços, uma vasta gama de diferentes tipos de ordens e horários de negociação prolongados, das 7:30 às 23:00. Os planos de poupança, com os quais os utilizadores podem automatizar o investimento nos mercados de ações, estão disponíveis para mais de 2.800 ações e ETFs. 10.000 derivados emitidos pela Société Générale (títulos warrant, opções knock-out, factor certificates) também estarão disponíveis.

Além de Portugal, a Trade Republic está também a expandir os seus serviços para a Bélgica, Estónia, Finlândia, Grécia, Irlanda, Letónia, Lituânia, Luxemburgo, Eslováquia e Eslovénia. A empresa está agora presente num total de 17 países europeus, chegando a 340 milhões de pessoas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor coloque o seu nome aqui

twelve − eight =