‘Women in Tech’ para dar lugar às mulheres na indústria tecnológica

Mulheres e tecnologia
Foto: Web Summit

Quase metade dos participantes e mais de um terço dos oradores no Web Summit são mulheres.

Os organizadores do Web Summit criaram uma iniciativa para promover a participação das mulheres nos eventos que promovem em todo o mundo. Pelo segundo ano consecutivo a campanha “Women in Tech” procura destacar o papel das mulheres no desenvolvimento da tecnologia.

Com este “Compromisso para a Mudança” a organização do evento conseguiu fixar em 42% a taxa de mulheres que participam no Web Summit. Milhares de empresárias, fundadoras de empresas, em cargos executivos ou outros as participantes aproveitaram os descontos oferecidos no preço dos bilhetes para integrarem o grupo de visitantes da conferencia tecnológica de Lisboa.

Eleanor McGrath, responsável pelo gabinete de imprensa do Web Summit disse acreditar “que 42% é o valor mais alto registado numa grande conferência de tecnologia. É um excelente marco para um evento de tecnologia. Mas sabemos que podemos fazer melhor”.

Também a percentagem de mulheres oradoras aumentou para 35,4%. Mesmo as conferências relacionadas com a indústria tecnológica – território até agora marcadamente masculino – tiveram na edição de 2017 do Web Summit, cerca de 20% de mulheres oradoras.

“Nós também estamos orgulhosos da proporção de mulheres oradoras” disse Eleanor. “Trabalhamos muito para chegar a 35,4% “, sublinhou.

“Num ano em que as questões de assédio e agressão contra as mulheres – em tecnologia e em muitas outras indústrias – chegaram às manchetes, sabemos que temos uma parte mais a desempenhar como parte do ecossistema da indústria de tecnologia”, referiu a responsável do Web Summit.

O evento, este ano, contou com cerca de 1.200 palestrantes e 60.000 participantes.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor coloque o seu nome aqui

six + 9 =