10 startups que prometem no segmento de luxo

Knyttan
nKnyttan – A marca utiliza tecnologia de ponta e técnicas especiais para criar roupas de malha personalizadas, com designs únicos, em poucas horas. Fundada por três pessoas formadas pelo Royal College of Art, a fábrica localiza-se na Casa de Somerset, palácio no centro de Londres que funciona como um centro de artes visuais. Recentemente, a Knyttan recebeu um investimento de 2 milhões de libras (2,7 milhões de euros).

______
nLyst – A Lyst reune produtos de mais de 10 mil sites de e-commerce de luxo num feed personalizado. Dá ainda aos consumidores de lojas físicas a possibilidade de receber alertas especiais quando passarem perto das mesmas e houver itens que são um bom negócio. As vendas da Lyst aumentaram 300% nos últimos 12 meses, e, em abril, a empresa recebeu um financiamento para crescer de 40 milhões de dólares (36,2 milhões de euros), o que prova que se trata de um serviço com procura e que está a alterar a forma como os consumidores de luxo compram.

______
nSecret Escapes – É um site de vendas de viagens apenas para membros que oferece taxas de desconto (de até 70%) para hotéis e viagens de luxo. É o maior site de viagens de luxo do Reino Unido, e tem mais de 10 milhões de membros no mundo inteiro. Funciona na Alemanha, Suécia, Noruega, Dinamarca, Polónia e Estados Unidos. Há pouco tempo recebeu outra grande injeção de capital.

______
nZero Light – O primeiro showroom virtual de carros interativo totalmente em HD. A startup já impressionou a Jaguar e a Land Rover, e está, agora, prestes a assinar um contrato com uma marca alemã e italiana de carros, de acordo com a Forbes. A revista refere ainda que uma companhia aérea britânica estará a utilizar a tecnologia da Zero Light para o design das cabines.

______
nMyshowcase – A plataforma, que ajuda novos empreendedores do mercado feminino, vende online mais de 30 marcas independentes. O negócio é muito seletivo com as insígnias que participam no mesmo. já acumulou mais de 10 mil clientes, com um crescimento de 10% ao mês.

______
nReef Knot – Esta marca britânica faz apenas uma coisa, mas excepcionalmente bem: produzir e vender gravatas personalizadas e feitas à mão. O negócio começou com a ambição de dar aos profissionais a oportunidade de adicionar um pequeno toque de luxo aos seus fatos. Boris Johnson, político e jornalista britânico, Mike Tindall, jogador britânico de Rugby, e Richard Branson, empresário fundador do grupo Virgin, são já fãs da marca.

______
nUrban Massage – Esta startup é conhecida como a ‘Uber da massagem’. A Urban Massage liga terapeutas qualificados com clientes que necessitem na hora de uma terapia corporal em casa, no hotel ou no escritório. Fundada há pouco mais de um ano, a Urban Massage funciona em duas cidades: Londres e Bristol. Trabalha com as melhores escolas de massagem do Reino Unido, oferecendo aos alunos possibilidade de treino e oportunidades de carreira. Trata-se, segundo a Forbes, de um serviço perfeito para executivos ‘ricos em dinheiro’ e ‘pobres em tempo’ que pretendam aliviar o stress onde quer que estejam.

______
nUrban Apothecary – Em 2012, Tajinder Banwaith começou seu negócio de artigos de decoração focados no luxo e no design na mesa da sua cozinha, esperando injetar um pouco de criatividade na indústria de velas e de difusores de essências. Atualmente, os seus produtos estão à venda em uma série de lojas de renome como a John Lewis, a Bergdorf, a Goodman e a Waitrose. É a prova de que uma paixão pode ser transformada em uma fonte de lucro no mercado de luxo, diz a Forbes.

chickbyChoice
nChic By Choice – A Chic By Choice é uma plataforma online de aluguer de vestidos de luxo criada por duas jovens portuguesas. Está presente em mais de 15 países europeus e possibilita que as suas clientes vistam Valentino, Roberto Cavali, Missoni, Erin Fetherston, Hervé Léger, entre outras marcas, por uma quantia 85% abaixo do preço de venda. Em agosto deste ano, a startup, que está no mercado desde 2014, comprou a rival alemã La Remia.

rocknshop2
nRocknshop – A startup, que inaugurou em 2014, vende online 62 marcas de roupa de luxo. Oscar de la Renta, Celine, Saint Laurent Paris, Victoria Beckman, Stella McCartney são algumas das insígnias representadas. Até ao final do ano, a Rocknshop promete ter ao dispor dos clientes mais de 100 marcas. Dentro de pouco tempo, terá também disponível uma secção premium de crianças e outra de artigos de decoração para a casa.

Nos últimos anos, temos assistido a um boom no mercado de bens de luxo, contudo alguns especialistas advertem que com o desacelerar da economia chinesa e a recessão no Brasil o mesmo possa estar a chegar ao fim.

Em 2014, este mercado gerou 251 mil milhões de dólares (235 mil milhões de euros), segundo a consultora Bain & Co, um aumento de 3% face ao ano anterior. Para 2015, a projeção de crescimento é de 2-4%.

O aumento de compras pela internet deste tipo de bens tem sido um fator importante para o crescimento do respetivo mercado. Vários estudos mostram que os consumidores de marcas de roupa luxuosas estão habituados a comprar online, embora utilizem os outros canais, e em diferentes países.

COMPARTILHAR
Artigo anteriorComo Vender o Que Não se Vê
Próximo artigoOpen Day: Lisboa capital Europeia do Empreendedorismo
O Empreendedor é um projecto de empreendedorismo colaborativo que pretende desenvolver e testar novas formas de cooperação entre indivíduos e organizações ligadas ao empreendedorismo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor coloque o seu nome aqui

12 − 3 =