AEP relança plataforma de networking para unir empresários da diáspora portuguesa

Na foto: Luís Miguel Ribeiro, Presidente da Fundação AEP

A maior rede colaborativa da diáspora portuguesa arranca numa nova fase de projeto. A plataforma da AEP, “Rede Global da Diáspora”, foi criada em 2018 com o objetivo de desenvolver uma plataforma Social de Networking para aproximar as PME aos portugueses espalhados pelo mundo para promover as exportações nacionais. A iniciativa recebeu agora “luz verde” com um financiamento público assegurado até 2023.

Promovida pela Fundação AEP a Rede Global da Diáspora utiliza os processos colaborativos de relacionamento como mecanismo de apoio à internacionalização, unindo através de uma rede colaborativa empresários e investidores portugueses em 126 países. Com este arranque para a segunda fase do projeto, os promotores da iniciativa pretendem criar novas funcionalidades na plataforma e obter mais visibilidade internacional.

“A Rede Global vai entrar na segunda fase do projeto, onde iremos ter mais enfoque nas empresas e nos empresários portugueses da diáspora, para alavancar as exportações portuguesas. Queremos, através da plataforma, potenciar o networking, alavancar negócios e criar sinergias e oportunidades para promover as exportações das PME empresas portuguesas e captar investimentos junto da diáspora e das suas comunidades empresariais” afirma Luís Miguel Ribeiro, Presidente da Fundação AEP.

“Queremos potenciar o networking e criar sinergias para promover as exportações das empresas portuguesas”

Nesta nova versão, está previsto o lançamento de um “Portal do Investidor”, funcionalidade exclusivamente dirigida a Empresas e Investidores, que visa facilitar e acelerar negócios à escala global. Irá ainda ser possível conhecer a diáspora ao pormenor, permitindo às empresas identificar os canais de distribuição mais adequados a cada negócio e/ou setor de atividade, através duma ferramenta de business intelligence.

Outra das novidades será a realização de seis encontros de negócios internacionais junto das comunidades empresariais mais representativas da diáspora, além das sessões de ativação de internacional já programadas para o Luxemburgo, Bélgica e Holanda.

Pretende-se que a Rede Global seja uma plataforma digital capaz de agregar o capital de relacionamentos e de networking junto da comunidade empresarial portuguesa dos vários países aderentes, e simultaneamente um elemento dinamizador de ações presenciais, capazes de acelerar o potencial de negócios e de parcerias entre as PME portuguesas e os empresários da Diáspora.

Foto de website da plataforma promovida pela Fundação AEP

Para esta iniciativa a Fundação AEP mobilizou mais de quatro dezenas de associações empresariais, distribuídas por Portugal e pelos onze países mais representativos da diáspora portuguesa, em quatro continentes, contando ainda com a parceria da Rede das Câmara de Comércio Portuguesa, estrutura que tem mais de 60 membros espalhados pelo mundo.

O projeto conta ainda com o apoio institucional da AICEP e da Secretaria das Comunidades Portuguesas, e é apoiado pelo Portugal 2020, no âmbito do COMPETE 2020 – Sistema de Apoio às Ações Coletivas, cofinanciado pelo Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor coloque o seu nome aqui

twenty − 6 =