Ciberataques ao setor financeiro aumentaram 53% devido ao aumento dos serviços bancários online

Foto de Nensuria em Freepik

O relatório Threat Landscape Report, da S21sec, revela um aumento alarmante de 53% nos ciberataques de ransomware ao setor financeiro em 2023, atribuído ao crescimento dos serviços bancários online. Os atacantes estão cada vez mais adaptando as suas técnicas aos sistemas bancários online, causando um total de 4.414 ataques de ransomware globalmente.

As táticas focadas no cenário online resultaram numa queda de 40% nos ataques contra multibancos. O malware, dissemina-se principalmente através de e-mails contendo links maliciosos, aproveitando a falta de conscientização sobre cibersegurança entre os utilizadores, para invadir dispositivos por meio de URLs maliciosos.

Hugo Nunes, responsável da equipa de Threat Intelligence da S21Sec, destaca a importância da conscientização sobre segurança cibernética. Ele enfatiza que muitos desses ataques são facilitados pelo fator humano, ressaltando a necessidade de nunca aceder a URLs suspeitos ou divulgar informações bancárias sem confirmação do banco.

Danabot, ToinToin e JanelaRAT são alguns dos malwares ativos mais perigosos para o setor bancário, destacados pela S21sec. Esses malwares visam principalmente a recolha de informações pessoais e bancárias, utilizando técnicas como infostealers, injeções web e phishing.

Face a essa ameaça crescente, a S21sec recomenda que as organizações do setor financeiro adotem medidas proactivas de cibersegurança. Investir em sistemas de deteção e prevenção eficazes, promover a conscientização dos funcionários e implementar medidas de proteção robustas são passos essenciais para mitigar o risco de um ataque e minimizar o seu impacto.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor coloque o seu nome aqui

12 + 18 =