Empresas portuguesas melhores nas redes sociais

Dados do Eurostat indicam que em 2013 quase três quartos das empresas com dez ou mais empregado – nos 28 países da União europeia – mantinha um site na Internet. Em Portugal, apenas 59% das organizações com as referidas características, têm site.

De 1,1 milhões de empresas registadas, o país tem cerca de 50 mil, com dez ou mais empregados. O indicador pode ser considerado negativo considerando que, teoricamente, as maiores organizações são mais sensíveis à necessidade de gerir uma presença online.

Torna-se mais importante face a dados de outros países: aquela parte do tecido empresarial português está entre as três piores do universo europeu considerado, apenas melhor que Roménia, Bulgária e Letónia. As organizações portuguesas parecem mais activas na frente das redes sociais com valores acima da média europeia em três indicadores de utilização (ver tabela abaixo).

Até por exemplo num dos mais importantes, o da implantação de uma política de uso de rede social: 9% das empresas portuguesa já tem, face a 8% da média.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor coloque o seu nome aqui

ten + one =