Escassez de Imóveis Impulsiona Aumento de Preços em Portugal

Foto de Freepik

No mercado imobiliário português, a escassez significativa de imóveis está a provocar um aumento acentuado nos preços das casas. De acordo com o Real Estate Report 2024 da Berkshire Hathaway HomeServices, o preço médio por metro quadrado atingiu os 4.800 euros, com picos de até 10.000 euros em algumas áreas. Em 2023, os preços aumentaram mais de 10% em comparação com o ano anterior, exacerbando a situação para potenciais compradores.

A escassez de imóveis é atribuída à falta de acompanhamento do ritmo de construção em relação à procura. O relatório destaca que cerca de 300 mil imóveis estão em falta, uma lacuna que tem sido agravada pela instabilidade política e económica no país. Como resultado, as vendas de imóveis registaram uma diminuição significativa de 25% em 2023.

Apesar dos desafios enfrentados pelo mercado imobiliário português, o relatório destaca o contínuo interesse dos estrangeiros, incluindo nómadas digitais, que têm impulsionado a procura. Com mais de 700 mil estrangeiros a viver em Portugal, fatores como o clima favorável, baixa criminalidade e a beleza da costa portuguesa têm atraído compradores internacionais.

Os compradores em Portugal demonstram preferência por residências modernas e energeticamente eficientes, especialmente em áreas privilegiadas como Lisboa e Cascais. Em 2023, 40% dos compradores eram dos Estados Unidos, seguidos pelos compradores de França e do Reino Unido. A maioria desses compradores está interessada em arrendar as suas propriedades, destacando a importância de imóveis em bom estado.

“Portugal continua a ser um destino de referência. Estamos bem posicionados para enfrentar os desafios e capitalizar as oportunidades em 2024. Os estrangeiros querem viver a sua reforma em Portugal” destaca Michael Vincent, CEO e Presidente da Berkshire Hathaway HomeServices Portugal Property.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor coloque o seu nome aqui

two × 3 =