Estacionamento é o Principal Desafio de Mobilidade nas Cidades Portuguesas

Foto de JComp em Freepik

Um estudo conduzido pela aplicação de estacionamento EasyPark revelou que o estacionamento é a principal preocupação dos portugueses quando se trata de mobilidade urbana. Cerca de 55% dos entrevistados consideram a falta de estacionamento um problema nos centros urbanos, seguido de perto pela escassez de transportes públicos.

Os resultados indicam que 5,3% dos portugueses identificam a falta de estacionamento como o maior obstáculo à mobilidade urbana, enquanto 47,3% mencionam o excesso de tráfego e 42% apontam a escassez de transportes públicos como preocupações significativas.

O estudo também mostra que aproximadamente 60% dos condutores entrevistados acreditam que o estacionamento regulado, incluindo o estacionamento pago à superfície, é benéfico para as cidades. Este sentimento é ainda mais forte entre os condutores com mais de 55 anos, com mais de 70% concordando com essa afirmação. Mesmo entre os condutores com idades entre 25 e 54 anos, mais de metade reconhece os benefícios do estacionamento regulado.

Jennifer Amador Tavares de Sousa, Diretora para Portugal do EasyPark Group, destaca a importância da gestão adequada do estacionamento para melhorar a mobilidade urbana. Ela observa que uma aplicação de estacionamento pode ajudar a equilibrar a oferta e a procura de estacionamento, reduzindo assim a pressão sobre os condutores e as cidades.

Jennifer de Sousa enfatiza ainda que a tecnologia de estacionamento desempenha um papel crucial na melhoria da qualidade de vida nas cidades, tornando a mobilidade mais simples e acessível para todos os condutores.

O EasyPark Group é uma das empresas líder em tecnologia de estacionamento para tornar as cidades mais habitáveis. A sua aplicação ajuda os condutores a poupar tempo e dinheiro ao encontrar e administrar o seu estacionamento e o carregamento de veículos elétricos. As suas aplicações EasyPark, PARK NOW, ParkMobile, RingGO e Park-line e operam em mais de 4000 cidades, em 20 países.

Os resultados do relatório destacam a importância de abordar as preocupações dos portugueses sobre a mobilidade urbana, especialmente em relação ao estacionamento e aos transportes públicos. Essas preocupações são fundamentais para desenvolver um ecossistema de estacionamento mais equilibrado e eficiente, beneficiando tanto os residentes quanto as autoridades responsáveis pelo planeamento urbano.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor coloque o seu nome aqui

sixteen − 4 =