Gigas Investe 3 Milhões de Euros na Expansão do Datacenter da ONI em Lisboa

Foto de ONI

A Gigas, multinacional especializada em serviços de cloud computing, realizou um investimento de 3 milhões de euros para expandir o datacenter da ONI, operadora líder no segmento empresarial de telecomunicações em Portugal, localizado na Matinha, em Lisboa. A expansão visa atender à crescente procura por serviços de cloud e datacenter em Portugal, representando mais de 50% do negócio do Grupo Gigas.

Com presença no país desde 2019, a Gigas busca não apenas aumentar o espaço físico do datacenter, mas também fortalecer suas capacidades tecnológicas e equipas. A escassa oferta existente no mercado português impulsionou a decisão de investir, visando captar e expandir a carteira de clientes, que já inclui grandes empresas e operadores nacionais.

Diego Cabezudo, CEO e co-fundador da Gigas, destaca o investimento como uma aposta forte no mercado português, reforçando a posição do datacenter da Matinha como referência de excelência. “Este investimento representa uma forte aposta no mercado português, a nível de serviços de datacenter e de cloud. Estamos a falar de um investimento de 3 milhões de euros, uma das expansões mais elevadas e eficientes feitas pelo Grupo Gigas, para que o datacenter da Matinha seja uma referência importante e de excelência”, afirma.

Desde a aquisição da AHP em 2019, a Gigas investiu cerca de 70 milhões de euros na ONI, tornando o mercado português responsável por mais de 50% do negócio do Grupo, superando Espanha, América Latina e Irlanda. Destaca-se que a ONI, em fevereiro de 2022, foi pioneira ao oferecer banda larga de 10 Gbps de forma massiva, consolidando sua posição como player inovador no mercado empresarial português.

O datacenter da ONI na Matinha agora conta com maior espaço físico, reforço nas capacidades elétrica, tecnológica e de refrigeração, além do aumento do quadro de colaboradores. Com mais de 350 colaboradores, o Grupo Gigas está atualmente a recrutar para as áreas tecnológica, com foco em redes e cloud, e comercial.

“Portugal tem uma importância e um peso muito significativo e importante no grupo Gigas, porque representa metade do negócio de todo o grupo. Estamos a crescer e queremos continuar a crescer”, acrescentou Diego Cabezudo, evidenciando o compromisso contínuo com o mercado português.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor coloque o seu nome aqui

1 × four =