Marketing Automation: o que é e para que serve

Todas as empresas com uma estratégia de marketing definida têm hoje a capacidade – seja por conta própria ou outsourcing – de enviar campanhas por email, preparar um evento ou criar landing pages. Mas o marketing automation não se resume a um conjunto de mailshots e landing pages, vai muito mais além.

Até agora, tínhamos assumido o papel de pescadores: Lançávamos a linha e rezávamos para que os clientes mordessem o isco. Mas, para usar a mesma metáfora, com o marketing automation vamos alimentar os peixes, fazendo com que eles venham até nós, ou usar canas e anzóis variados, para diferentes tipos de peixe. Em alternativa também podemos continuar a alimentá-los até que estejam prontos para morder o anzol.

Então, o que é que o marketing automation tem de novo?n n

  • A capacidade de pegar numa lista de potenciais clientes e priorizar o contacto com base no interesse demonstrado por estes no produto e na probabilidade de fecho da venda.n
  • A oportunidade de manter um relacionamento de proximidade com potenciais clientes que não estão ainda prontos para concretizar a compra e de educar outros, que com mais informação irão ganhar percepção da necessidade.n
  • A possibilidade de reter e estender o relacionamento com a carteira de clientes atual e de recuperar relações perdidas no tempo.n
  • A faculdade de medir os resultados efectivos, de cada campanha, ao pormenor. É possível acompanhar de perto cada passo da campanha e saber quais são os conteúdos que estão a obter mais conversões e quais as ações cujos resultados estão aquém das expectativas e porquê.

    Quem pode usar marketing automation?

    Não interessa o tamanho da sua empresa, o Marketing Automation ajusta-se às suas necessidades. A sua empresa pode ter apenas 300 contactos ou gerir uma base de dados com 150 mil. Mas, se o tamanho da empresa não importa, ele influência, no entanto, a escolha das ferramentas. Empresas mais pequenas podem optar por ferramentas com um grau de profissionalização mais básico, que implicam investimentos mais baixos, enquanto as empresas maiores, devido à dimensão e alcance das campanhas, podem considerar o investimento em ferramentas mais profissionais porque sabem que vão recuperar o seu investimento a médio prazo.

    Após uma adesão inicial mais significativa no mercado B2B, as empresas que operam no mercado B2C já perceberam que esta é a forma ideal para fidelizar potenciais clientes à marca. Para o mercado B2B, o marketing automation é sinónimo de lead nurturing, lead scoring e lead management, para o mercado B2C representa cross-selling, up-selling e retenção. Em qualquer dos casos, facilita a análise do retorno de investimento (ROI).

    Quer seja numa empresa ou em atividade em nome individual, todos os negócios podem beneficiar desta metodologia, desde que estejam disponíveis para encarar este processo com persistência, porque o marketing automation exige continuidade. Os seus resultados dependem disso.

    O marketing automation é para si?

    Essa é uma pergunta a que só você poderá responder. A resposta está nos seus objetivos, nas suas expectativas e na determinação e vontade que tiver para influenciar as micro decisões dos seus potenciais clientes. Se quiséssemos generalizar, poderíamos dizer que se quer mais, então o é uma possibilidade que deveria considerar.

  • DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor escreva o seu comentário!
    Por favor coloque o seu nome aqui

    nineteen − twelve =