Networkme capta 1 milhão de euros para acelerar internacionalização

Felipe Vieira e Marcelo Manteigas co-founders da Networkme
Felipe Vieira e Marcelo Manteigas co-founders da Networkme

A startup portuguesa Networkme fechou uma ronda de financiamento para acelerar a sua expansão em Espanha. A empresa oferece uma plataforma para estudantes e empresas e tem por meta alcançar os 80.000 utilizadores ativos até ao final do ano.

A Networkme, plataforma que ajuda jovens a descobrirem a sua carreira profissional; e empresas a recrutarem talento jovem, anunciou o fecho com sucesso de uma ronda de investimento no montante de 1 milhão de euros, liderada pela Big Sur Ventures, que conta com a participação do espanhol Bankinter, através da Fundação Inovação Bankinter, e das gestoras de capital de risco Demium, Newzone, Savvy Capital, Valutia, Verve Capital e outros investidores anjo de referência internacional.

A nova ronda de financiamento será utilizada para acelerar a expansão da startup no mercado português e espanhol, ao mesmo tempo que mantém em mira e em análise, o Reino Unido, Alemanha e Brasil.

Com este investimento a Networkme quer ainda reforçar o recrutamento em ambos os mercados onde está presente, e desenvolver novas atualizações e tecnologias para a plataforma. O objetivo é o de fazer crescer a base de estudantes inscritos, querendo chegar aos 80.000 utilizadores ativos até ao final do ano em ambos os mercados.

 “Esta ronda de investimento vem dar um novo impulso à Networkme e à sua ação junto das empresas e do talento jovem, tanto em Portugal, mercado onde estamos a crescer muito, mas também em Espanha, onde entrámos recentemente.” Explica Felipe Vieira, CEO e co-founder da Networkme, acrescentando que “estamos cheios de energia para continuar com a nossa missão de ajudar os jovens a descobrirem as suas carreiras e as empresas a recrutarem novos talentos”

Para alcançar estes objetivos, a startup continua ativa no recrutamento para a sua própria equipa, contando já com 20 colaboradores e, até o fim do ano, quer chegar aos 30, essencialmente na área de tecnologia – desenvolvimento e programação – mas também na área financeira. As vagas são para trabalho híbrido e dedicadas aos mercados português e espanhol.

Já os novos desenvolvimentos tecnológicos passam, entre outras, pela atualização da plataforma e pela criação de um sistema de recomendação, capaz de fazer o match perfeito entre as empresas parceiras e os utilizadores da plataforma, com base nas aptidões e competências do candidato. Assim, a Networkme consegue fortalecer a relação entre recém-licenciados e as empresas, criando as pontes necessárias.

Incubada na Demium Startups e acelerada pelo programa Microsoft for Startups, a Networkme foi lançada em setembro de 2021. Através da sua plataforma online, a startup cria uma rede de contacto direto entre estudantes e profissionais, empresas e universidades. Atualmente a plataforma conta já com quase 50 empresas parceiras e 28.000 estudantes universitários inscritos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor coloque o seu nome aqui

20 − fourteen =