“O envelhecimento está a travar as mudanças sociais na Europa”

Presidente da Republica falando na sessão de abertura da European Innovation Academy
Foto: European Innovation Academy

O Presidente da República abriu a terceira edição da European Innovation Academy (EIA), o maior programa de inovação e ensino de empreendedorismo tecnológico na Europa, com um apelo de mudança para jovens vindos de todo o mundo.

O evento, que decorre em Cascais até ao dia 2 de agosto, reúne 500 participantes de 60 países diferentes e das 100 melhores universidades do mundo. Um dos objetivos do encontro é desafiar os jovens a criar 100 startups em apenas 15 dias. Para Marcelo Rebelo de Sousa, essa é “uma experiência única”, reforçando que o conhecimento não tem fronteiras e que a cooperação que distingue o programa é o motor da inovação.

Segundo o chefe de Estado, a Europa está a envelhecer, pelo que as novas gerações têm um papel ainda mais preponderante que nunca. “O envelhecimento não está a antecipar as mudanças sociais e económicas e, para a sociedade atual, é difícil mudar. A sociedade precisa de introduzir o ‘fator jovem’”, reforça, referindo-se a uma geração que tem a perceção e a mudança para mudar e fazer a diferença.

Depois de dar um contexto sobre as diferenças que existem no mundo a nível social e no acesso à educação, o Presidente da República concluiu o seu discurso com um apelo a uma mudança de atitude: “Vocês são vencedores por terem chegado até aqui, no entanto, representam apenas uma minoria do resto da população. Como aqueles que receberam uma oportunidade, também devem dar muito mais aos outros que não tiveram o mesmo privilégio”.

“Não há inovação sem diálogo e interação, por isso terão de cooperar. As pessoas da minha idade não podem mudar o mundo, por isso a vossa tarefa é também um compromisso social. Terão de estar comprometidos a mudar o mundo e a aproveitar esta oportunidade para o fazer. Sejam esse tipo de génio, mas pensem também naqueles génios que não se podem dar ao luxo de estar aqui, em Portugal, neste programa. Mudem o mundo para vocês e para eles”, finalizou Marcelo Rebelo de Sousa.

A sociedade precisa de introduzir o ‘fator jovem’ para promover a mudança na Europa

A European Innovation Academy é uma organização sem fins lucrativos, líder no ensino de empreendedorismo tecnológico que congrega uma rede composta por mais de 15.000 estudantes de 85 nacionalidades.

Com programas em Itália, Portugal, China e Qatar, desenvolvidos através de parcerias com diversos profissionais das mais diversas faculdades – U.C. Berkeley, Universidade de Stanford,  – e empresas de todo o mundo, como por exemplo a Google.

Em Portugal a European Innovation Academy conta com o apoio da Universidade Nova de Lisboa e da Beta-i, e a ajuda de parceiros como o Banco Santander, Município de Cascais e Daimler AG.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor coloque o seu nome aqui

5 + twelve =