Os três pilares da transformação digital nas organizações

Imagem de Gerd Altmann por Pixabay

Se pretende que a sua empresa se mantenha competitiva nos próximos anos, é inquestionável que a transformação digital, que está na ordem do dia, faça parte do seu business plan. A era digital é indispensável para assegurar a máxima eficiência do seu negócio e tem vindo a alterar o paradigma das empresas, desde os seus processos, às vendas, ao apoio ao cliente, passando pela área financeira, marketing e, claro, pela própria administração.

Qualquer pequena, média ou grande empresa deve interiorizar esta necessidade que já se torna básica e vital. A transformação digital é um processo transversal à sua empresa que visa transformar e melhorar os seus métodos de gestão com o objetivo de acrescentar valor aos seus produtos e/ou serviços.

Designada por muitos como sendo a Indústria 4.0 ou a quarta revolução industrial, a transformação digital traduz-se na digitalização dos processos de suporte ao negócio e do negócio propriamente dito, permitindo-lhe reduzir custos diários e melhorar a satisfação do cliente. É um processo disruptivo, assente em novas tecnologias e, por isso mesmo, exige alterações de fundo aos modelos de negócio e cultura empresarial.

A digitalização de processos iniciou-se há 30 anos, mas a verdade é que nunca estivemos tão dependentes do digital como estamos atualmente.  Mas o futuro é animador: estima-se que em 2021, mais de metade da economia mundial esteja digitalizada. Por exemplo, uma pesquisa efetuada pela consultora Capgemini revelou que 63% das empresas brasileiras já deram este passo e quem não acompanhar esta tendência/necessidade arrisca a uma rápida obsolescência.

Mas façamos o exercício de pensarmos como tornar ou preparar uma empresa para esta “nova” era. Para isso, temos que considerar três pilares basilares da empresa: as pessoas, a estratégia e, claro, a tecnologia.

ao contrário do que se poderia esperar, a tecnologia não é o principal obstáculo à transformação digital 

Imagem de Gerd Altmann por Pixabay

Por natureza, as pessoas estão acomodadas na sua zona de conforto e qualquermudança nos seus hábitos é uma dor de cabeça, como tal, é necessário preparar as equipas para a mudança. Faça este processo gradualmente, de uma forma dinâmica e evolutiva, valorizando as vantagens desta transformação.

Estrategicamente, o tecido empresarial carece de visão holística e é difícil integrar a transformação digital no seu quotidiano. Por isso é imperativo adotar uma cultura digital, alterando o mindset da empresa e criando processos disruptivos.

A nível tecnológico, ao contrário do que se poderia esperar, a tecnologia não é o principal obstáculo à transformação digital e os fatores anteriormente referenciados são os maiores desafios. Mas, claro, temos de a considerar. Inteligência Artificial ou Big Data têm de ser incluídos nesta equação. Sem eles não é possível otimizar os processos.

Para que consiga implementar um sistema de transformação digital na sua empresa, é necessário, por um lado, torná-la numa prioridade e focar as suas equipas nesse sentido e garantir que estão todos alinhados com os valores da empresa.

Por outro lado, deve entender e fazer entender a magnitude, complexidade e vantagens deste compromisso. Mas para isso, é necessário ter uma liderança forte, empenhada, comprometida e com foco. A sua visão deverá ser partilhada por forma a tornar a transformação digital num processo empenhado e coletivo.

É imperativo envolver os colaboradores, até para eles desenvolverem o espírito de equipa, criar pontes entre departamentos e investir no desenvolvimento de novas competências técnicas e pensamento criativo.

Vai ver que, por si só, este envolvimento já é meio caminho andado para a sua implementação: o sucesso da transformação digital dependerá da forma de como esta é apreendida pelos colaboradores e integrada no DNA da empresa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor coloque o seu nome aqui

two × 2 =