Startup de Coimbra cria sistema que prevê falhas na aviação ligeira

Startup de Coimbra desenvolve software de alerta mecânico para aviação
Foto: Pixabay

O sistema criado pela iTrack Solutions, startup incubada no Instituto Pedro Nunes, em Coimbra, permite detetar qualquer falha sem o uso de equipamentos de medição através sistema pensado para a aviação experimental e para Light Sport Aircrafts (LSA).

O produto, que se encontra a ser desenvolvido com uma patente da Agência Espacial Europeia (ESA), vai ser demonstrado no próximo dia 20 e 21, em Coimbra, num evento da ESA BIC Portugal, com a presença do Diretor Geral da ESA, Johann-Dietrich ‘Jan’ Wörner, e do Ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Manuel Heitor.

Chama-se Air Copilot e analisa as informações recolhidas através dos sensores instalados na aeronave para obter informações sobre os sistemas mecânicos do avião, alertando sempre que haja problemas mecânicos. Os sensores desenvolvidos pela startup de Coimbra detetam vibração anormal e medem a compressão e o impulso para detetar as falhas antes que se tornem um problema.

O Air Copilot analisa as informações dos sensores instalados nos sistemas mecânicos do avião, alertando sempre que haja problemas mecânicos.

“Cerca de 18% dos acidentes na aviação ligeira tem origem em falhas mecânicas. A iTrack Solutions trabalha no campo da manutenção preditiva: desenvolvemos tecnologia que nos permite recolher e interpretar dados para identificar padrões que indicam quais são necessidades de manutenção das aeronaves, antecipando problemas que podem ser fatais se só forem identificados mais tarde”, avança Filipa Brandão, Chief Marketing Officer da iTrack Solutions.

Este sistema vai ser apresentado no Aniversário da ESA BIC Portugal, que vai decorrer na Incubadora Instituto Pedro Nunes, em Coimbra, nos dias 20 e 21 de Dezembro. O evento terá a participação de 23 startups, todas elas membros da ESA BIC Portugal.

A iTrack Solutions nasceu em 2015 e é a primeira startup incubada no ESA (European Space Agency) Business Incubation Center (BIC) Portugal a obter uma licença de investigação sobre uma patente da ESA para o desenvolvimento de um produto. A patente utilizada é a seguinte: “Method and apparatus for monitoring an operational state of a system on the basis of telemetry”, e a sua utilização visa elevar a exatidão deste sistema. O desenvolvimento do produto começou em Julho deste ano e cuja entrada no mercado está prevista já para 2019.

Para  além do Air Copilot, a iTrack desenvolveu ainda o Patronus, para a monitorização do equipamento industrial, e o Fleet Copilot, para monitorização de frotas.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor coloque o seu nome aqui

3 + seven =