Belivro – um livro para trocar e acreditar

«Belivro – ler e ser 111% feliz» é o nome do livro que Andresa Salgueiro e a editora Caminhos de Pax apresentaram dia 1 de Novembro no número 108 da Rua das Janelas Verdes, em Lisboa. Um nome que combina o do movimento «Believe» criado pela autora, e o conteúdo seleccionado a partir dos melhores posts do blog «Vivo À Troca», através do qual, durante os últimos anos, todas as pessoas interessadas em trocas puderam seguir as venturas e desventuras de Andresa.

Então, o que tem este livro de especial?

Para além de ter sido feito à troca e de pretender ajudar os leitores a perceberem como podem trazer as trocas para as suas vidas, este livro é, ele próprio, moeda de troca. Só em Lisboa, Andresa Salgueiro entregou exemplares a 11 instituições que, em troca de produtos ou serviços que lhes façam falta, vão poder cedê-lo a leitores interessados. Mas em 2015 as 1111 cópias do Belivro vão também ser distribuídas por 11 distritos portugueses, que terão direito a proporcionar palestras sobre trocas dadas pela autora e a exemplares do livro que, uma vez mais, serão trocados pelos bens e serviços mais necessários.

A ideia é que o livro seja um dos veículos da mensagem que Andresa e a sua vida de trocas procuram transmitir: que a mudança começa dentro de cada um de nós; que cada um pode mobilizar outros; e que o planeta grita que os seus recursos são finitos, mas ainda estamos a tempo de mudar. Ao levar a prática das trocas a 11 municípios portugueses, Andresa conquista mais um passo no sentido de partilhar esta forma de vida com todo o país e com o mundo.

Tal como Andresa Salgueiro, cada vez mais pessoas acreditam que o empreendedorismo pode ser usado, não com o objectivo de ganhar dinheiro, mas para desenvolver um estilo de vida em que é possível viver quase sem dinheiro. Quando afirma «a minha maior riqueza são os meus amigos», Andresa atribui uma conotação pouco habitual a esta frase. É que, na verdade, quem precisa de dinheiro, se quando torce um pé tem um amigo fisioterapeuta, outro massagista? Quem precisa de uma conta recheada, quando basta um telefonema para ter, ao seu dispor, o bem ou serviço de que precisa em troca de algo que lhe é fácil dar?

Os contactos, o aprender a pedir o que precisamos e a própria generosidade ganham um significado diferente quando se conhece o percurso de vida da autora do Belivro. «O meu projecto é confiança, altruísmo e partilha», afirma ela. O que é preciso, é acreditar.

«Acreditar» é aliás precisamente o nome da canção criada por Teresa Gabriel na sequência das suas conversas com Andresa Salgueiro e que Andresa decidiu trazer para mais uma vez inspirar os seus amigos no encontro de dia 1. Se tiver um minuto, inpire-se também:

Saiba tudo acerca do Belivro aqui

COMPARTILHAR
Artigo anteriorEventos de Empreendedorismo (semana de 3 a 9 de Novembro)
Próximo artigoDemo Day na Beta-i
Patrícia Protásio
Sou consultora editorial, copywriter e empreendedora na área da saúde. Acredito que estamos sempre a tempo de mudar de vida e que o empreendedorismo revela o que há de melhor em cada ser humano.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor coloque o seu nome aqui

two × 3 =