10 dicas para tornar o seu site user-friendly

Foto de Amélie Mourichon em Unsplash

Conhecer o público-alvo, evitar o scroll excessivo de páginas e ter uma navegação fácil são algumas das dicas da escola de tecnologia Ironhack neste artigo.

Numa altura em que existe uma proliferação na criação de websites e aplicações para grandes e pequenas empresas, surge a questão: como garantir e reter a atenção do cliente? A resposta está na criação da melhor experiência do utilizador, através do UX Design, uma área em elevado crescimento em termos de progressão de carreira.

O UX Design consiste no Design de Experiência do Utilizador e tem como objetivo interligar os objetivos de negócio às necessidades dos utilizadores, garantido a melhor experiência na relação com um produto ou serviço e na navegação nos canais de comunicação de uma marca (website, loja online, aplicação, entre outras). De acordo com um estudo publicado pela Forrester Research, uma boa estratégia de UX pode aumentar a taxa de conversão de um website em quase 400%, comprovando como esta é uma competência fundamental no mercado de trabalho atual.

“Durante o último ano, a área de UX Design tornou-se cada vez mais relevante para dar resposta ao crescimento acelerado do número de websites e lojas online criados pelas empresas em tempo de pandemia. Não é por acaso que o Linkedin destacou esta área como uma das Top 20 competências a aprender em 2020 – talento especializado que saiba desenvolver um design centrado na experiência do consumidor é a chave para a retenção de clientes e aumento de fidelidade de uma marca”, afirma Munique Martins, responsável pelo campus de Lisboa da Ironhack.

Neste sentido, a Ironhack, escola líder de tecnologia, partilha 10 dicas de como as empresas devem utilizar o UX Design para melhorar a experiência do utilizador do seu website ou aplicação:

1. Conhecer o utilizador  – A primeira etapa é conhecer o consumidor que frequenta o website ou aplicação da empresa. Com esta análise, é possível determinar as melhores estratégias para garantir uma boa experiência diretamente com o canal e a marca. Compreender, por exemplo, quais são os seus objetivos e interesses, que dispositivos utilizam (desktop ou mobile) e que sites concorrentes visitam.

2. Testar a usabilidade enquanto utilizador – Para criar uma boa experiência no website ou aplicação, é essencial pensar como um utilizador. Considerar que alterações podem ser feitas para criar o melhor design possível, testando diferentes layouts e designs, ajuda significativamente o processo de otimização.

3. Menos é mais – Diminuir a quantidade de informação apresentada, o número de elementos e encurtar os textos, são estratégias que facilitam os objetivos do utilizador ao visitar o site ou aplicação da empresa. Menos elementos inúteis, mais foco no que realmente é importante para o utilizador.

4. Evitar o scroll de página excessivo – No geral, os utilizadores não gostam de fazer demasiado scroll numa página até encontrarem o que precisam. É importante manter cada página curta e com informação direta. Uma das soluções é criar secções/menus de divisão de informação.

5. Consistência e coerência – O layout do website/aplicação tem de ser simples e coerente com a marca que representa. A identidade visual da marca tem de ser a mesma digitalmente, por isso tornar o site intuitivo e consistente é regra na utilização de UX Design.

6. Navegação fácil – A navegação entre páginas deve ser fluída e intuitiva. Todas as informações devem ter um acesso fácil, sendo que os menus têm de estar bem ordenados e estruturados. Se o cliente não encontra o que procura, irá sentir-se perdido e abandonará a página, portanto, é essencial não complicar.

7. Ser mobile-friendly – O website deve proporcionar uma excelente experiência ao utilizador, independentemente do tipo de dispositivo que utiliza, seja um computador ou smartphone. Como tal, o website deve ser adaptado para que, quando seja feito o acesso através de um dispositivo móvel, se adeque ao tamanho do ecrã, evitando o modelo desktop para esses dispositivos.

8. Boas imagens valem mais do que mil palavras – A utilização de boas imagens no website/aplicação pode melhorar consideravelmente o nível de interação, assim como imagens com baixa definição podem prejudicá-lo. O excesso de imagens, o tamanho, a qualidade e a relevância/coerência com a marca devem ser considerados.

9. Usar chamadas de atenção – As chamadas de atenção (calls to action) facilitam bastante a navegação. As informações que devem ter mais atenção do consumidor devem ser as que mais se destacam na página.  

10. Prevenir erros – Um projeto de UX Design eficaz diminui os custos no desenvolvimento de um website ou aplicação. Melhorar ou reconstruir estes canais após o lançamento vai custar tempo e dinheiro, por isso é importante passarem por diversos testes iniciais para evitar estes custos adicionais.

A Ironhack disponibiliza um curso intensivo de UX/UI Design para todos os interessados em desenvolver competências tecnológicas em design para websites e aplicações.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor coloque o seu nome aqui

3 + 1 =