5 Passos para ter a Melhor Presença numa Apresentação

Imagem de rawpixel por Pixabay

Saber que vamos fazer uma apresentação para um grande número de pessoas, para um número mais reduzido de pessoas que não conhecemos ou mesmo só para uma pessoa num cenário como uma entrevista de emprego pode ser uma preocupação… mas não precisa!

É normal que fique nervoso, aceite isso mas não se renda. Damos-lhe cinco dicas para garantir que é bem sucedido na próxima apresentação em que participar.

1. Conheça o seu público previamente

Saiba, se possível, para quem vai falar e adapte o discurso para quem o vai ouvir. Tenha em consideração os interesses do interlocutor ou da audiência, a entoação a utilizar e até o vocabulário.

2. Adeque o volume da voz ao espaço

Pode parecer um pormenor, mas a verdade é que é de grande importância que a altura e colocação da voz sejam adaptadas ao espaço. Sabia que se falar demasiado baixo, vai passar a ideia de estar nervoso, assustado e pouco confiante? Mas se falar demasiado alto a sua audiência vai assumir a transmissão de uma mensagem de altivez e presunção da sua parte. Encontre o volume correto para o espaço que o envolve e coloque a voz de forma adaptada.

3. Esquematize a sua apresentação

É mais fácil memorizar esquemas e lembrar-se de imagens do que apoiar-se em texto corrido para desencadear uma apresentação. Para além disso, o próprio processo de esquematizar ajuda-o a processar a informação e percebê-la melhor porque se apoia num encadeamento lógico.

A probabilidade de ter uma “branca” é menor e, com certeza, não ficará preso a um passo do qual não se lembra, porque, lembrando-se do esquema, passa para o próximo.

4. Treine, em voz alta, a apresentação

Treine a sua apresentação em voz alta, grave e ouça, treine em frente a um espelho… experimente e descubra qual o melhor método para si, o importante é que no fim da experiência seja capaz de reconhecer o que fez bem, o que fez mal e o que pode melhorar ou contornar.

5. Seja auto crítico

Olhe para a sua apresentação na perspetiva de espectador. Pense se o que diz é interessante e tem algo de novo, se fala num tom que não seja aborrecido mas também não seja demasiado entusiasta num tema que não o deve ser.

No fim de contas, lembre-se que vai falar com pessoas, que é uma prática comum do dia a dia da maioria. E se vai fazer uma apresentação, o mais provável é que seja sobre um tema que conhece bem e com o qual está confortável. Se está numa entrevista de emprego, é o seu percurso e perfil profissional que tem de apresentar e, também esse, lhe é um tema familiar.

De qualquer modo, se mesmo assim sente que os nervos podem levar o melhor de si, siga as nossas sugestões!

COMPARTILHAR
Artigo anteriorComo reduzir custos na sua empresa
Próximo artigoTech Dojo procura novos talentos
Filipa Oliveira
Filipa Oliveira é Manager na Área Comercial da Upgradem, tendo estudado Sociologia e Planeamento, pelo ISCTE – Instituto Universitário de Lisboa. Com mais de 11 anos de experiência em Recursos Humanos, Gestão de Operações e Desenvolvimento de negócio nas áreas de especialização de Outsourcing e Recrutamento & Selecção, trabalhou em empresas como o Grupo CRH e a Kelly Services, onde teve oportunidade de liderar equipas de diferentes áreas de expertise e a Start-up Precise Recruitment & Selection onde assumiu funções de Business Director, estando responsável pelo Desenvolvimento do Negócio e Gestão de Operações das áreas de Outsourcing e Recrutamento & Selecção.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor coloque o seu nome aqui

1 × 3 =