8 regras de comportamento em espaços de coworking

Por um lado, este conceito oferece como vantagens uma diminuição significativa dos custos fixos inerentes à manutenção de um escritório e, por outro, resolve a questão do isolamento eventualmente sentido por aqueles que trabalham em regime de ‘home office’, fomentando o estabelecimento de contatos, o desenvolvimento de relações profissionais, o alargamento da rede de contatos e também a partilha de ideias e projetos.

Contudo, como em todas as situações que implicam relacionamento interpessoal, algumas regras devem ser cumpridas, no sentido de facilitar a convivência:

1. Escolha um espaço com um conceito global que se ajuste ao seu estilo, à sua personalidade e, sobretudo, à atividade profissional que desenvolve, e cumpra rigorosamente o regulamento estabelecido (horários, normas quanto ao barulho, regras de segurança, entre outras).

2. Mantenha sempre em mente que está num espaço partilhado e não na sua própria casa, pelo que um excesso de à vontade no comportamento pode gerar situações constrangedoras. Por exemplo, seja particularmente atento ao tom de voz e à linguagem, nomeadamente quando fala ao telefone.

3. Cumpra com as mais básicas regras de convivência social, cumprimentando à chegada e à saída, mantendo conversas de circunstância nos momentos adequados e tendo em mente que num espaço partilhado é suposto estabelecer relacionamentos sociais e profissionais, nomeadamente interessando-se, com conta, peso e medida, pela atividade dos demais.

4. Não interrompa constantemente quem dá sinais de não querer ser interrompido. Por exemplo, quem trabalha de auscultadores está a comunicar aos demais que não quer ser perturbado.

n

regras para trabalhar em cowork

5. Seja particularmente cuidadoso com o modo como deixa os espaços comuns (salas de reuniões, copas, casas de banho) após utilização, sempre tendo em mente que neste tipo de espaço impera a auto-suficiência. Quem suja, limpa e quem desarruma, arruma.

6. Evite consumir alimentos e bebidas com cheiro intenso o que, evidentemente, vai perturbar o ambiente.

7. Respeite o espaço alheio e não personalize excessivamente o seu espaço de trabalho.

8. Esteja especialmente atento a pequenos gestos que, mesmo sem querer, vão perturbar, ou mesmo irritar, os outros: o enervante barulho de certos saltos ao circular pelo espaço, as pulseiras que batem na secretária, as longas unhas que fazem barulho ao teclar no computador, um perfume intenso ou, pelo contrário, higiene pessoal deficiente, por exemplo.

Partilhar um espaço de trabalho durante longas horas pode ser difícil, apesar das várias vantagens. No entanto, se esta foi a sua opção, é importante que saiba contribuir para o desenvolvimento das melhores condições de conforto para si e para os demais, sempre tendo em conta o mais essencial e básico valor, o respeito, e dois objetivos, a eficiência e máxima produtividade de todos os presentes.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor coloque o seu nome aqui

5 + thirteen =