Ana Paula Ribeiro: “Todos os dias vamos tendo pequenos sucessos”

Apresente o seu principal projecto de empreendedorismo aos leitores do empreendedor.com.

O meu projecto é a WeCareOn, uma plataforma para marcar e fazer consultas online com psicólogos e coaches. Fornecemos serviços online para o bem-estar emocional/mental e ainda para o desenvolvimento pessoal.nOs clientes podem escolher o profissional de acordo com as necessidades em cada momento, pela sua especialização, horários, canal de acesso e mesmo preço. Agora o acesso a cuidados de saúde mental é acessível a todos, à distância de uns cliques, poupando tempo/dinheiro e com maior privacidade.

Decidiu ser empreendedora por lhe ter surgido uma ideia de negócio ou houve um factor de stress (diminuição de rendimentos, insatisfação no trabalho, dificuldade em conciliar vida profissional e familiar…) que a motivou a tomar essa decisão? Se sim, qual/quais?

O bichinho pela área do empreendedorismo já me acompanhava há algum tempo, mas dei o pontapé de saída na altura em que fiquei desempregada e foi aí que comecei a pôr as mãos na massa num novo projecto. Na altura ainda não tinha uma ideia estruturada do que poderia ser esse projecto e quando comecei a identificar necessidades de mercado, estava ali uma, mesmo perto…na minha mãe. Ela estava com uma depressão e o facto de morar numa aldeia no centro do país, onde o acesso a serviços de psicologia é escasso, demorado e caro, fez com que a situação tenha piorado. Foi assim que desenvolvi a WeCareOn, para tornar o acesso a serviços de psicologia mais rápido e fácil para todos, no fundo democratizar e desmistificar estes serviços para todos.

anapaularibeiron‘As mulheres conseguem gerir várias empresas: a profissional, a casa, a família, e a sua própria empresa: ela mesma.’

Segundo um estudo da OCDE (*), as mulheres portuguesas têm menos tendência que os homens para pensarem num negócio próprio como a solução para a sua vida. Porque é que acha que isto acontece?

Talvez seja uma crença limitadora que foi sendo incutida ao longo dos tempos. Eu conheço várias mulheres empreendedoras e nenhuma delas se identifica com esta crença, pois se assim fosse, seria difícil percorrer o caminho de criação e gestão de um negócio.nAcredito que as mudanças positivas que têm acontecido na sociedade e em Portugal vão levar mais mulheres a criar o seu posto de trabalho, a criar um negócio próprio e vai-se ouvir falar cada vez mais de projectos de sucesso com mulheres a liderar.

Ouve-se falar muito nas mulheres enquanto CEOs das suas casas. Estão habituadas a tomar decisões no que toca à compra de produtos, à organização da casa, à vida dos filhos. Muitas vezes são elas quem gere ‘a equipa’ que o agregado familiar constitui. Sente que as mulheres estão melhor preparadas para terem o seu próprio negócio? Porquê?

Há claras diferenças entre a forma como os homens e as mulheres se comportam e até como pensam. Vários estudos comprovam isso. As mulheres têm uma capacidade analítica e intuitiva melhor que as dos homens, que são mais racionais. Acho que as mulheres têm excelentes capacidades para criar e gerir o seu negócio, pois genericamente têm mais características sociais. Em qualquer empresa há que falar e angariar clientes e ainda gerir os colaboradores e as mulheres têm essas características inatas para o fazer.nE acredito naquele ditado que diz que as mulheres gostam de fazer várias coisas ao mesmo tempo, assim elas conseguem gerir várias empresas: a profissional, a casa, a família, e a sua própria empresa: ela mesma.

Quais são as principais vantagens de ser empreendedora e em que medida há vantagens particulares em ser empreendedora e mulher?

Para mim as vantagens são o facto de poder criar algo de novo, testá-lo, validar com as pessoas e as aprendizagens que temos todos os dias, com uma estrutura leve (StartUp) que pode todos os dias inovar. Cada vez que um cliente usa os nossos serviços e fica satisfeito, o dia torna-se logo excelente! Todos os dias são um desafio e para mim isso é importante. Existem as vantagens claras da gestão do tempo, de fazer o que realmente gostamos e de nos rodearmos das pessoas que escolhemos para o sucesso do nosso projecto. A mulher tipicamente gosta de fazer várias coisas e o ser empreendedora possibilita isto todos os dias. Acredito que é a melhor profissão do mundo!

E desvantagens?nA única desvantagem que vejo é a mudança de paradigma face a ter um rendimento fixo. Quando estamos a empreender, demora algum tempo até conseguirmos ter um rendimento e para isso temos que estar sempre a pensar onde vamos buscar esse rendimento extra que permita continuar a lutar todos os dias para o sucesso de projecto. No fundo, é só mais um desafio.

A dificuldade em obter financiamento e uma certa falta de confiança são factores apontados em diversos artigos recentemente publicados como alguns dos principais desafios enfrentados pelas mulheres empreendedoras. No seu caso, quais têm sido os principais obstáculos?

Esses obstáculos também os sinto, embora ainda não me tenha focado em obter financiamento para o projecto, mas sei que não é fácil, pelo que me dizem outros empreendedores. Resolvi começar o projecto com as minhas poupanças e testar primeiro o modelo de negócio, antes de ir pedir financiamento para fazer crescer a empresa. nNo meu caso as dificuldades têm sido mais na criação do novo conceito e na desmistificação deste serviço para os clientes. Quando se tem que educar o mercado o processo é mais longo, mas é muito desafiante e estou sempre pronta para o próximo passo.

O que tem feito para ultrapassá-los?

Faço de tudo o que posso nas minhas 24 horas diárias.nFalo com toda a gente sobre o projecto, procuro parcerias e estou sempre disponível para todos os meus clientes, parceiros, equipas e até concorrentes que fazem estes serviços presencialmente. Todos temos a aprender uns com os outros.

Em que medida o conceito de sucesso pode ser diferente para a mulher empreendedora?

Sucesso é diferente de pessoa para pessoa, tem a ver com os seus valores, independentemente de ser mulher ou homem.nSucesso para mim são todas as actividades que correm bem, todos os objectivos que são cumpridos e acima de tudo, quando vejo que os meus clientes na WeCareOn têm sucesso. Sucesso é a caminhada constante para chegar aos nossos sonho e todos os dias vamos tendo pequenos sucessos.

Contribua para inspirar outras mulheres empreendedoras com:nUma lição que aprendeu enquanto mulher empreendedora

Falhar faz parte da vida e só não falha quem nunca tenta.nDepois de falhar, o que se aprendeu? Essa é a grande dádiva quando se falha e se olha para o que se passou, sempre com o objectivo de aprender e fazer melhor.

Um recurso/ ferramenta que costuma usar

Uso diversas ferramentas de coaching e PNL para motivação e para foco nos objectivos que persigo e estou sempre aberta a mudanças, pois na vida de um empreendedor mudar para fazer melhor faz parte do processo.

Uma citaçãon’When I feel good about myself, things start happening for myself. When you look up, you go up’.nHerschel WalkernEsta citação é especialmente para todos os clientes da WeCareOn.

Saiba mais sobre a WeCareOn aqui.

(*) Women Entrepreneurs in the OCDE: Key Evidence and policy Challenges, 2013.

COMPARTILHAR
Artigo anteriorDesafios ao Empreendedor – EmpreenDare!
Próximo artigo50% de desconto no IRS para empreendedores
Avatar
O Empreendedor é um projecto de empreendedorismo colaborativo que pretende desenvolver e testar novas formas de cooperação entre indivíduos e organizações ligadas ao empreendedorismo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor coloque o seu nome aqui

five × 3 =