Analistas de Negócios e Analistas Financeiros são as Profissões Mais Ameaçadas pela IA

Foto de Freepik

Uma pesquisa recente realizada pela equipa da BestBrokers revelou que milhares de empregos no Reino Unido podem já ter sido assumidos pela IA. Ao comparar dados de ofertas de emprego antes e depois do lançamento de modelos de IA, como o ChatGPT da OpenAI, os pesquisadores descobriram algumas tendências alarmantes.

Entre as ocupações mais suscetíveis à automação, destacam-se os analistas de negócios, cujo número de ofertas de emprego diminuiu surpreendentemente em 64,95%, desde o lançamento do ChatGPT. Esta queda acentuada sugere que a IA está a tornar-se uma opção cada vez mais viável para análises de negócios complexas, oferecendo eficiência e economia para as empresas.

Os analistas de mercado e os analistas financeiros também enfrentam uma realidade semelhante, com uma diminuição de 55,27% e 49,76% nas vagas disponíveis, respetivamente. A capacidade da IA de analisar dados e prever tendências com precisão está a tornar essas profissões cada vez mais dispensáveis num mundo orientado por dados.

Além disso, profissões como corretores de imóveis e assistentes administrativos estão experimentar uma redução significativa nas oportunidades de emprego, com quedas de 48,01% e 45,65%, respetivamente. A automação de processos repetitivos e simples está a permitir que a IA assuma essas funções de forma mais eficiente e económica.

Até mesmo profissões altamente especializadas, como analistas jurídicos, não estão imunes à influência da IA. Com uma diminuição de 44,80% nas ofertas de emprego, esses profissionais estão a enfrentar uma concorrência crescente de sistemas de Inteligência Artificial que podem superar os humanos em termos de velocidade e precisão.

O estudo da BestBrokers, consultora especializada na recolha de informação relevante para o investimento em bolsas de valores, selecionou as quinze ocupações mais expostas à IA, de acordo com o relatório do governo britânico “O impacto da IA nos empregos e formação no Reino Unido”. Em seguida, comparou, através do Web Archive, o número de ofertas de emprego disponíveis no Glassdoor antes do lançamento do ChatGPT (novembro de 2022) e abril de 2024, para calcular a diferença nos números de vagas.

Os autores do relatório salientam que “embora a ascensão da IA esteja a trazer mudanças significativas para o mercado de trabalho, também está a abrir novas oportunidades para inovação e crescimento. Empresas como Amazon, Tesla e Microsoft estão a investir pesadamente em IA para aumentar a sua eficiência e competitividade”.

Com efeito, o relatório sublinha que nem todos os empregos estão em risco de serem substituídos pela IA. “Profissões que exigem criatividade, habilidades sociais e capacidade de trabalhar com palavras, como especialistas em marketing digital e escritores, ainda dependem do toque humano”.

Para os trabalhadores cujas profissões estão mais impactadas pela automação, os pesquisadores recomendam a urgência de se adaptarem às novas realidades do mercado de trabalho, quer melhorando as suas aptidões e adquirindo novas competências ou encontrar maneiras de colaborar de forma eficaz com sistemas de IA para otimizar o desempenho no trabalho.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor coloque o seu nome aqui

13 − one =