Atividade bancária: Aumentam queixas dos consumidores

Imagem de mohamed Hassan do Pixabay

Uma análise realizada pelo Portal da Queixa indica que o número de reclamações dirigidas ao setor bancário teve um crescimento de 47%, comparativamente com o período homólogo. Entre 1 de janeiro e 23 de setembro, foram registadas quase cinco mil queixas contra a banca. No mesmo período, em 2019, à maior rede social de consumidores de Portugal chegaram 3304 queixas. 

Estão a aumentar as reclamações dos portugueses contra os serviços prestados pela banca. Numa altura em que o setor bancário vive dias de maior instabilidade e em tempos de crise económica instalada, o funcionamento do setor está a gerar maior insatisfação entre os consumidores. Desde 1 de janeiro, até 23 de setembro, os bancos portugueses foram alvo de 4846 reclamações registadas no Portal da Queixa.   

De acordo com a análise feita pela equipa do Portal da Queixa, os principais motivos das reclamações apresentadas estão relacionados com: mau serviço prestado (26%), atendimento (13%), apoio ao cliente (10%), as condições contratuais (8%) e as moratórias geraram 5% das reclamações. 

Relativamente às entidades bancárias com maior volume de reclamações recebidas, no topo da tabela ocupam os primeiros lugares: a Caixa Geral de Depósitos (445 queixas), o Banco CTT (295), o Millennium BCP (291) e o Santander Totta (269).

No entanto, no que se refere ao Índice de Satisfação – que expressa de forma objetiva o desempenho das marcas no Portal da Queixa com base na interação com os utilizadores que efetuaram reclamações -, destacam-se no pódio da boa performance e do elevado Índice de Satisfação, os bancos: ActivoBank, Banco CTT e CGD.

Na opinião de Pedro Lourenço, CEO do Portal da Queixa e fundador da Consumers Trust: “Em tempos de incerteza como estes e numa conjuntura como esta, seria de esperar que a relação de confiança entre a banca e os portugueses saísse reforçada, mas esta expectativa saiu gorada para muitos consumidores face ao setor bancário. Os problemas apontados ao funcionamento do serviço prestado, ao atendimento, ao apoio ao cliente tornam-se, para algumas pessoas, um constrangimento não só financeiro, mas também familiar e social.”

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor coloque o seu nome aqui

three × 3 =