Casavo alcança o maior investimento em proptech na Europa

Equipa Casavo
Na foto: equipa Casavo

Casavo levanta 400 milhões de euros, representando o maior investimento em proptech na Europa. A empresa, de origem italiana, opera em vários mercados europeus, com uma plataforma digital que está a redesenhar a experiência de venda e compra de casas. O valor angariado será utilizado para escalar o negócio e consolidar a liderança na Europa.

A Casavo criou uma plataforma digital que pretende murar a experiência de vender e comprar casas na Europa. Com com presença em Portugal desde janeiro, a empresa pretende expandir-se para outros mercados europeus depois de alcançar uma nova ronda de investimento que ascende a 400 milhões de euros.

Este investimento é composto por uma ronda série D de 100 milhões de euros e uma linha de crédito de 300 milhões de euros. A série D de €100 milhões representa a maior ronda levantada por uma proptech na Europa até à data, o que demonstra a solidez do modelo de negócio e as perspetivas futuras da Casavo, apesar das difíceis circunstâncias em que se encontra o mercado de capitais.

Por sua vez a linha adicional de crédito, de 300 milhões de euros, aumenta a capacidade de financiamento da Casavo para a compra de imóveis, garantindo recursos suficientes para o crescimento do seu negócio imobiliário nos próximos anos.

A ronda de investimento foi liderada pela Exor NV, um grupo de investimento europeu controlado pela família Agnelli. Entre os novos investidores destacam-se ainda grupos como Neva SGR (Grupo Intesa Sanpaolo), Endeavor Catalyst, Hambro Perks e ainda investidores privados como Sébastien de Lafond (fundador da MilleursAgents).

Giorgio Tinacci, fundador e CEO da Casavo
Na foto: Giorgio Tinacci, fundador e CEO da Casavo

A combinação de investidores com diferentes perfis irá proporcionar à Casavo a experiência necessária para potenciar o crescimento futuro da empresa. Por outro lado, os acionistas que participaram nas rondas anteriores, como a Greenoaks, Project A Ventures, 360 Capital, P101 SGR, Picus Capital e Bonsai Partners, também participaram na ronda série D e reforçaram a sua confiança no plano de expansão da Casavo.

“Estamos muito satisfeitos por reforçar a nossa relação com a Exor, na sequência do seu investimento inicial realizado no ano passado, e por acolher todos os novos investidores juntamente com os nossos acionistas já existentes”, afirma Giorgio Tinacci, fundador e CEO da Casavo.

“Esta combinação de equity e dívida é um reconhecimento do nosso crescimento sustentado e da confiança que os investidores têm na nossa visão a longo prazo. Esta ronda permitir-nos-á consolidar a nossa liderança na Europa, crescendo nos mercados onde já operamos, nomeadamente, Portugal, Espanha e Itália, e expandir para novos mercados, sendo França a nossa prioridade”, acrescenta.

Fundada em 2017, a Casavo começou como uma plataforma digital de compra de casas, um modelo de negócio conhecido na indústria como “Instant Buyer”, tornando-se o ponto de referência online para a maioria dos vendedores ao oferecer uma proposta rápida e sem complicações – em contraste com o processo de venda tradicional e lento.

Atualmente, a plataforma realiza avaliações de imóveis de forma instantânea e gratuita, apresenta ofertas em 48 horas e compra as casas diretamente aos vendedores em apenas alguns dias. Depois de adquiridas, as casas são renovadas e colocadas à venda na plataforma, com garantia e serviço pós-venda.

O crédito de 300 milhões de euros em dívida, assegurado por financiadores como o grupo Intesa Sanpaolo, Goldman Sachs e D.E. Shaw & Co. vai permitir uma redução significativa no custo do capital da Casavo e evidencia a confiança dos investidores institucionais nas bases sólidas do negócio da empresa que, desde a sua fundação, já executou mais de mil milhões de euros em transações.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor coloque o seu nome aqui

6 + 18 =