Centro Space Solutions assinala cinco anos

Imagem de Free-Photos por Pixabay

Portugal é o único país europeu a coordenar, através do Instituto Pedro Nunes (IPN), três iniciativas da Agência Espacial Europeia (ESA). Os excelentes resultados obtidos são considerados pela ESA um caso de sucesso a ser replicado noutros países europeus.

O Instituto Pedro Nunes vai assinalar o 5.º aniversário do ESA Space Solutions Portugal no próximo dia 3 de outubro, quinta-feira, a partir das 14h00, nas suas instalações (Edifício D). O evento, onde vão ser apresentados resultados e novas empresas apoiadas, insere-se no encontro anual da rede “ESA Business Applications and Space Solutions (ESA BASS) Fall Meeting”, que começou hoje em Coimbra.

Neste encontro estão reunidos mais de 120 players internacionais e especialistas do setor espacial europeu, com o objetivo de fomentar parcerias, inspirar novas ideias de negócio e discutir o futuro espacial. É uma organização do IPN, em parceria com a Universidade de Coimbra (UC) e o Museu da Ciência da UC.

O IPN é o primeiro Space Solutions Centre, entre os 20 centros existentes na Europa, a agregar os três programas de transferência de tecnologia promovidos pela ESA: o Centro de Incubação de Empresas da ESA (ESA BIC Portugal), a Rede de Transferência de Tecnologia (Technology Transfer Brokers) e a Plataforma de Embaixadores de Aplicações (ESA Business Applications).

Nos últimos cinco anos, o IPN alcançou uma posição de destaque na promoção da economia espacial em Portugal, pelo apoio direto a empreendedores e startups, que já estão a fazer negócio com clientes e a criar postos de trabalho. Os excelentes resultados obtidos em cada um destes programas são amplamente reconhecidos pela ESA como um caso de sucesso a ser replicado noutros países europeus.

Os programas do ESA Space Solutions Portugal

Centro de Incubação de Empresas da ESA – ESA BIC Portugal
Em cinco anos – duração da primeira fase do programa em Portugal – o Centro de Incubação de Empresas da ESA (ESA BIC Portugal) incubou 30 empresas que permitiram a criação de cerca de 100 novos empregos, com um volume de negócios total de cerca de 5 milhões de euros e uma capacidade de exportação de mais de 75%.

Rede de Transferência de Tecnologia (Technology Transfer Brokers)
Neste período, o IPN, que também dinamiza a rede de transferência de tecnologia da ESA (Technology Transfer Brokers) já colaborou na comercialização de mais de 30 tecnologias do espaço em mercados não espaciais. 

Plataforma de Embaixadores de Aplicações (ESA Business Applications)
O IPN é ainda embaixador do programa ESA Business Applications, tendo já apoiado 16 projetos que utilizam ativos espaciais, como é o caso de dados de observação da Terra, para criar novos produtos e serviços em mercados terrestres, com um investimento de 2,5 milhões de euros. 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor coloque o seu nome aqui

sixteen − thirteen =