Chat GPT com rosto humano vai atender serviços públicos online

Foto de Agência para a Modernização Administrativa

Agência para a Modernização Administrativa lança chatbot com avatar realista assente em Inteligência Artificial Generativa. O objetivo é humanizar o apoio ao cidadão e passa a estar disponível 24 horas por dia.

A Agência para a Modernização Administrativa (AMA) apresenta esta sexta-feira um chatbot com um avatar realista que reconhece e reproduz texto e voz, para responder a questões dos cidadãos portugueses sobre a Chave Móvel Digital (CMD). O projeto assenta em tecnologia da Microsoft, da DareData Engineering e da Defined.ai.

O atendimento robotizado passa a estar disponível 24 horas por dia, todos os dias da semana, através da página web do portal do ePortugal, conectando os cidadãos à Chave Móvel Digital por meio de dispositivos móveis ou desktop. Para já o serviço está apenas disponível para responder a duvidas relacionadas com a Chave Movel Digital, mas pretende-se que, no futuro, venha a ser alargado a outros serviços da Administração Publica.

A solução assenta no modelo GPT 3.5 turbo – o mesmo que serve de base ao ChatGPT, da OpenAI -, e é capaz de compreender texto falado e escrito em Português, respondendo também através de voz e texto, graças ao recurso a tecnologia de conversão speech to text e text to speech. Recorre ainda às ferramentas de pesquisa da Microsoft para aceder à base de conhecimento da Chave Móvel Digital, e ao arquivo do contexto das interlocuções com os cidadãos.

“Este projeto visa marcar significativamente um ponto de viragem na transformação digital dos serviços públicos em Portugal, e é um dos elementos da nova estratégia de atendimento do futuro que a AMA está a desenvolver. O objetivo é promover uma maior aproximação entre o Estado e os cidadãos, através da tecnologia mais transformadora do nosso tempo, a Inteligência Artificial Generativa”, explicou João Dias, Presidente da Agência para a Modernização Administrativa.

Além da tecnologia da Microsoft, o chat de atendimento da Chave Móvel Digital, envolveu a participação da DareData Engineering, uma empresa especialista em integrações de Inteligência Artificial e que, neste caso, foi o parceiro responsável pela integração e implementação do piloto.

Também a Defined.ai treinou o modelo de voz customizado para Português (PT-PT) e articulou com uma empresa parceira – a startup D-ID – o desenvolvimento do avatar realista com sincronização de movimentos faciais e áudio.

A solução está disponível, a partir de hoje, na página do serviço da Chave Móvel Digital, e embora se encontre ainda em fase beta, apenas nesta plataforma, este novo assistente virtual deverá ser, no futuro, transversal a todos os serviços públicos. A solução foi desenvolvida com recurso ao financiamento do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR).

Avatar realista de Daniela Braga, fundadora e CEO da Defined.ai em vídeo de demonstração

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor coloque o seu nome aqui

three × five =