Cloud Híbrida: Gestores consideram-na “demasiado complexa”

Imagem de Gerd Altmann do Pixabay

Líderes de empresas consideram que a cloud híbrida é fundamental para a modernização, mas os desafios de segurança, a escassez de competências e a conformidade impedem o sucesso.

Um novo estudo global da IBM revelou que mais de 77% dos entrevistados adotaram uma abordagem de cloud híbrida que pode ajudar a impulsionar a transformação digital, mas a maioria das organizações inquiridas considera que é demasiado complexa para fazer com que todos os ambientes cloud funcionem de forma conjunta.

À medida que as organizações se deparam com escassez de competências, desafios de segurança e obstáculos de conformidade, menos de um quarto dos entrevistados em todo o mundo gere os seus ambientes de cloud híbrida, de forma abrangente – o que pode criar pontos cegos e colocar os dados em risco.

O estudo “IBM Transformation Index: State of Cloud”, encomendado pela IBM e conduzido pela empresa de estudos independente The Harris Poll, foi criado para ajudar as organizações a mapear a sua transformação na cloud e dar-lhes a capacidade de autoavaliar a sua evolução.

O relatório aponta para uma forte correlação entre a adoção da cloud híbrida e o progresso na transformação digital. Na verdade, 71% dos entrevistados acha que é difícil realizar todo o potencial da transformação digital sem ter uma sólida estratégia de cloud híbrida. Ao mesmo tempo, apenas 27% dos entrevistados possui as características necessárias para serem considerados “avançados” na sua transformação.

“O principal valor da cloud para as empresas é o acesso rápido a tecnologias inovadoras, fontes de dados e aplicações necessárias para navegar pelas disrupções atuais e transformar os negócios. Nenhuma cloud individual pode responder a todos os requisitos de uma empresa, portanto, devem ser capazes de usar e controlar efetivamente os ativos de cloud híbrida em vários locais”, diz Rick Villars, Group Vice President of Worldwide Research, IDC.

Imagem de Gerd Altmann do Pixabay

Entre as áreas a merecer atenção prioritária estão as relacionadas com a Conformidade. As empresas concordam que garantir a conformidade na cloud é atualmente muito difícil – especialmente porque os requisitos regulatórios e de conformidade estão a ganhar elevada relevância em todo o mundo.

A Segurança é outra preocupação. Embora as empresas tenham adotado uma variedade de técnicas de segurança para proteger as cargas de trabalho na cloud, as preocupações com a segurança ainda permanecem.

Não menos importante são as preocupações relacionadas com as Capacidades. À medida que as organizações enfrentam a realidade da escassez de talentos, torna-se mais difícil implementar uma estratégia holística de cloud híbrida – o que pode criar lacunas na segurança e conformidade e causar riscos em ambientes cloud.

Quando se trata de gerir aplicações na cloud, 69% dos entrevistados diz que a sua equipa não possui as competências necessárias para ser proficiente. Este é um grande obstáculo para a inovação, com mais de um quarto dos entrevistados a dizer que a escassez de capacidades e talentos está a impedir os objetivos de cloud dos seus negócios.

“À medida que vemos os requisitos regulatórios crescerem em todo o mundo, a conformidade é uma prioridade para os líderes de negócio. Essa preocupação é ainda maior em setores altamente regulamentados. No entanto, ao mesmo tempo, estão a enfrentar um cenário de ameaças crescente – que exige gestão holística dos seus ambientes multicloud para evitar os riscos de uma Frankencloud – um ambiente tão desconectado que é difícil de navegar e pode ser quase impossível de proteger, principalmente contra riscos de terceiros e para terceiros”, disse Howard Boville, Head da IBM Cloud Platform. “Uma estratégia de integração para reunir estas diferentes peças é o que separa os líderes do resto das equipas operacionais – a alternativa é pagar o preço da Frankencloud.”

O índice avaliou as respostas de mais de 3.000 decisores de negócios e tecnologia de 12 países e em 15 setores, incluindo serviços financeiros, área industrial, administração pública, telecomunicações e saúde, para entender onde as organizações estão a avançar ou apenas a emergir nas suas jornadas de transformação.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor coloque o seu nome aqui

15 − 6 =