COVID-19: plataforma interativa responde às dúvidas da população

Foto de David Veksler no Unsplash

Plataforma interativa sobre a Covid-19 já ultrapassou 200.000 utilizações. A plataforma criada pela UpHill surgiu de um pedido lançado por médicos de família, sem capacidade resposta para contactar todos os casos. A iniciativa da UpHill quer aumentar a literacia da população em

O aumento exponencial do número de infetados COVID-19, associado à disseminação da variante Ómicron, criou pressão sobre os diversos serviços de saúde. Para dar resposta a este problema, a UpHill criou uma ferramenta que, com linguagem simples, fornece a informação necessária para que cada cidadão entenda a sua situação particular e saiba como agir em conformidade.

Com vasta experiência no desenvolvimento de conteúdo médico de suporte à decisão clínica, a UpHill criou, ao longo dos últimos dois anos, inúmeros recursos que foram, e continuam a ser, amplamente usados pelos profissionais de saúde na gestão da Covid-19. Desta vez, a iniciativa abrange toda a população e pretende contribuir para tranquilizar os cidadãos, tornando-os mais autónomos, esclarecidos e informados. O acesso, que pode ser feito via computador ou telemóvel, é gratuito e sem restrições.

“Apesar de já terem passado mais de dois anos desde o início da pandemia, permanecem muitas dúvidas, a informação está dispersa, há várias exceções, e nem sempre a linguagem utilizada é clara para o cidadão comum. Por outro lado, as normas mudam com frequência, em virtude do conhecimento científico que é continuamente gerado, o que contribui para criar ainda mais confusão”, explica David Rodrigues, VP of Medical Content da UpHill.  

“Na UpHill estamos sempre em contacto com os profissionais de saúde que nos transmitiram que, muitas das dúvidas que os doentes ou pessoas que estiveram em contacto com um caso positivo têm, podem ser esclarecidas com a informação que já existe, mas à qual as pessoas têm dificuldade em aceder ou compreender” acrescenta.

A plataforma está disponível em covid19.uphill.pt e, em pouco mais de uma semana, registou mais de 200 mil utilizações. Com o numero de casos a ultrapassar as 50 mil pessoas por dia, a pressão sobre os serviços de saúde torna cada vez mais necessário este tipo de plataformas. “Se continuarmos a evitar chamadas desnecessárias para a linha SNS24, casos não prioritários nas urgências dos hospitais e esclarecermos dúvidas de utentes que não conseguem entrar em contacto com o Centro de Saúde, cumprimos a nossa missão”, conclui David Rodrigues.

A qualidade e atualidade das recomendações presentes na plataforma, dedicada a qualquer pessoa que tenha dúvidas sobre o que fazer quando tem sintomas, um teste positivo ou contacto com um caso confirmado de COVID-19, é garantida pela equipa de médicos da UpHill. Toda a informação é fundamentada pelas orientações da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Recorde-se que a startup assinou recentemente um protocolo com a Direção-Geral da Saúde para modernizar o processo de criação e disseminação de normas clínicas e anunciou um projeto-piloto para melhorar a eficiência de três hospitais públicos, a decorrer durante este ano.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor coloque o seu nome aqui

5 × two =