Estudantes portugueses investem poupanças em viagens

Um estudo conduzido pela Uniplaces junto de 2.839 alunos de várias nacionalidades, conclui que os jovens portugueses são os que mais preferem investir o dinheiro das suas poupanças para viajar (52,28%). O inquérito, realizado durante o mês de maio, teve como objetivo perceber de que forma viajam os estudantes de várias nacionalidades.

‘Uma das mais interessantes conclusões deste estudo mostra que, a par com os alunos franceses e ingleses, os estudantes de Portugal são dos mais predispostos a descobrir novas culturas através das viagens que realizam’, explica André Rodrigues Pereira, Country Manager da Uniplaces em Portugal. ‘Percebemos que é através das poupanças que os jovens portugueses realizam as suas viagens, havendo também uma tendência crescente na utilização de plataformas de alojamento local’.

Quando questionados sobre o que os motiva a viajar, é a ‘descoberta de novas culturas’ a razão mais apontada pela maioria das nacionalidades, seguindo-se o desejo de ‘escapar da rotina’. A plataforma online para alojamento de estudantes universitários aferiu também que é com os amigos que os jovens de todas as nacionalidades preferem viajar, seguindo-se os namorados e namoradas.

No que se refere ao tipo de alojamento preferencial, as respostas dos estudantes variam consoante as nacionalidades: Portugueses e espanhóis preferem a dormida em hostels, enquanto que franceses e italianos são adeptos de plataformas de alojamento local. Já os estudantes de nacionalidade inglesa preferem a comodidade dos hotéis para as suas viagens.

Em relação aos gastos diários, estudantes portugueses e espanhóis são os que indicam gastar, em média, menos de 30 euros por dia, enquanto que os alunos de nacionalidade inglesa, francesa e italiana afirmam gastar, em norma, entre 30 a 50 euros por dia, nas viagens que realizam. Os gastos dos estudantes portugueses, franceses e alemães são sobretudo direcionados para o alojamento, enquanto os estudantes italianos afirmam gastar a maioria do orçamento disponível em atividades culturais.

Experimentar comida diferente, fazer desportos radicais e andar à boleia são as experiências que os estudantes de todas as nacionalidades apontam como as mais comuns durante as suas viagens.

Já quando questionados sobre quais os destinos de sonho, os jovens portugueses afirmam que é para a Tailândia que mais gostariam de viajar, seguindo-se a Austrália e os Estados Unidos como países de destino. Contrariamente à tendencial do turismo nacional, Portugal não é para nenhum dos grupos de jovens estudados, o destino de férias preferencial, embora 5,08% dos italianos inquiridos tenha escolhido o nosso país.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor escreva o seu comentário!
Por favor coloque o seu nome aqui

10 + six =